Órgãos de Saúde vigilância epidemiológica de João Pessoa se reuniram com a diretoria da Associação Promocional do Ancião Dr. João Meira de Menezes (Aspan) para determinar novas ações de auxílio para evitar que o novo coronavírus se espalhe para outros idosos residentes na instituição.

Ao todo a instituição filantrópica tem seis casos confirmados de Covid-19 e três mortes.

 Além do presidente da Aspan, padre Sandro Santos, participaram da reunião em videoconferência os secretários de saúde e de desenvolvimento social de João Pessoa.

Ficou acordado que os órgãos competentes vão fazer a estruturação da enfermaria da instituição com aparelhagem necessária para fornecer assistência ao idoso que apresente sintomas do novo coronavírus.

Também será feito o remanejamento de profissionais para substituir os que foram afastados por estarem no grupo de risco, o fornecimento dos equipamentos de proteção individual para a instituição e a realização de um treinamento com os funcionários para que fiquem preparados para lidar com uma possível quarentena.

Nesta sexta-feira (17), uma equipe da vigilância ambiental da Secretaria de Saúde de João Pessoa esteve no local para fazer a desinfecção do ambiente.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TJ concede agravo e derruba decisão do juiz de Bayeux contra Nilvan Ferreira

A desembargadora Maria das Graças Morais Guedes concedeu agravo ao comunicador Nilvan Ferreira e com isso derrubou a decisão do juiz de Bayeux, Antônio Rudimacy Firmino de Sousa, que havia…

Covid-19: ação solidária beneficia trabalhadores da vaquejada na Paraíba

Obedecendo regras de isolamento social, o esporte vaquejada paralisou suas atividades desde o mês de março. A iniciativa serve para evitar a disseminação do novo coronavírus (Covid-19). No entanto, famílias…