Já são dois os casos registrados de malária no Estado da Paraíba. Os dois pacientes encontram-se internados no Hospital Universitário de João Pessoa. O segundo caso da doença foi diagnosticado na última sexta-feira (5). O paciente apresentou os sintomas (febre alta, dor de cabeça, suor frio, entre outros), originário do município de Tavares (PB). Ele tem relações de trabalho e familiares em Conde, onde esteve hospedado no bairro de Pousada de Conde.

As equipes integradas mantêm a programação estabelecida esta semana quando do diagnóstico do primeiro caso, oportunidade em que as instituições divulgaram nota conjunta em que informam:

A Secretaria Municipal de Conde formou Comissão Especial de Investigação para a Malária, composta pelos trabalhadores da Atenção Básica e Vigilância Epidemiológica, que terá o prazo de 60 (sessenta) dias para elaborar relatório acerca do assunto.

A Secretaria de Estado da Saúde apoia e monitora junto ao município as ações bem como permanecerá implementando demais ações quando necessário.
 

COMBATE

A Secretaria Estadual de Saúde com apoio da Secretaria de Saúde de Conde realiza neste final de semana a pulverização (fumacê) de inseticida no município para combater e prevenir a presença do mosquito causador da malária, doença que teve o segundo caso entre a população condense identificado.

Durante todo o final de semana os veículos equipados com borrifadores percorrem regiões urbanas e rurais, ação válida contra outras zoonoses a exemplo da dengue.

O segundo caso de malária foi diagnosticado nesta sexta-feira (5) em paciente que apresentou os sintomas da doença (febre alta, dor de cabeça, suor frio, entre outros), originário do município de Tavares (PB). Ele tem relações de trabalho e familiares em Conde, onde esteve hospedado no bairro de Pousada de Conde.

As equipes integradas mantêm a programação estabelecida esta semana quando do diagnóstico do primeiro caso, oportunidade em que as instituições divulgaram nota conjunta em que informam:

A Secretaria Municipal de Conde formou Comissão Especial de Investigação para a Malária, composta pelos trabalhadores da Atenção Básica e Vigilância Epidemiológica, que terá o prazo de 60 (sessenta) dias para elaborar relatório acerca do assunto.

A Secretaria de Estado da Saúde apoia e monitora junto ao município as ações bem como permanecerá implementando demais ações quando necessário.

 

PB Agora

 

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Flexibilização: Cartaxo autoriza reabertura de shoppings e comércio de rua

Na tarde desta sexta-feira (10), o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, anunciou a assinatura de um novo decreto que trata da 3º etapa das medidas de flexibilização realizadas na…

IFPB Solidário entrega mais de 740 cestas básicas em 19 cidades paraibanas

A Campanha IFPB Solidário tem mobilizado toda a comunidade acadêmica e externa ao IFPB com um objetivo em comum: o amparo e a proteção dos grupos em  vulnerabilidade social diante…