Após 10 dias detido por força de mandado de prisão temporária, acusado de ter obtido vantagens indevidas e tentado extorquir alguns investigados na Operação Calvário, o comunicador Fabiano Gomes deixou o presídio do Roger na manhã desta quinta-feira, 19.

A prisão de Fabiano era pra ter terminado no último sábado, 15, mas foi prorrogada após decisão do desembargador Ricardo Vital de Almeida.

De acordo com a defesa de Fabiano, que chegou a pedir a liberação imediata do radialista por ele integrar o grupo de risco de contaminação pelo coronavírus, não será necessário alvará de soltura pois a prisão foi temporária e a diretoria do presídio pode liberá-lo sem o documento.

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João e governadores do NE demonstram indignação com postura do Governo Federal

O governador João Azevêdo participou, nesta sexta-feira (27), de mais uma videoconferência com os demais governadores do Nordeste que buscam a implementação de medidas conjuntas para o enfrentamento do coronavírus.…

UEPB institui auxílio emergencial e garante pagamento de bolsas de assistência estudantil

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) instituiu, por meio da Portaria UEPB/GR/0020/2020, um auxílio financeiro emergencial, a título extraordinário, de parcela única, para os alunos assistidos pelo…