O Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) participou nesta terça-feira (06), na sede da Fundação João Mangabeira, em Brasília, de um debate sobre temas nacionais, com a presença do Professor e Economista Eduardo Moreira. Também participaram do debate o presidente da Fundação, Ricardo Coutinho; o Presidente Nacional do PSB, Carlos Siqueira, parlamentares, pensadores e outros convidados.

Oriundo do setor financeiro e com vários livros publicados, Eduardo Siqueira falou sobre a conjuntura econômica do Brasil, destacando dados e cenários que apontam para necessidades urgentes e de médio e longo prazos, para que o País alcance uma “estabilidade econômica real”, não apenas que contemple o lado que mais se beneficia da economia, mas que valorize os investimentos em favor do povo que, na sua visão, é quem realmente produz e faz a economia crescer.

Veneziano participou ativamente da explanação e parabenizou o professor Eduardo Moreira pela sua visão de Brasil, atentando para as necessidades de ajustes, mas sem buscar penalizar quem mais sofre no País. De acordo com o Senador paraibano, o fato de Eduardo Moreira ser oriundo do setor financeiro – pois atuou em grandes conglomerados financeiros durante mais de duas décadas – faz com que ele possa traçar o perfil da economia nacional com mais fidelidade, precisão e realidade, apontando, com propriedade, os males que causam a especulação financeira no Brasil.

“Ele é conhecedor, a fundo, da macro política econômica. Em determinado momento de sua vida, Eduardo teve que fazer a opção entre continuar no setor financeiro ou abrir mão de uma carreira consolidada para trabalhar uma realidade econômica que não mais penalize quem mais sofre no Brasil, mas que possa dar oportunidades de crescimento igualitárias, harmonizando as relações entre quem mais tem dinheiro e quem menos tem dinheiro no Brasil, o que, lamentavelmente, não ocorre hoje”, afirmou Veneziano.

Reforma da Previdência – De acordo com Eduardo Moreira, a proposta de reforma da Previdência enviada pelo governo ao Congresso Nacional, em análise na Câmara dos Deputados e, posteriormente, no Senado Federal, traz pontos que penalizam, duramente, o trabalhador brasileiro, ao mesmo tempo em que beneficiam empresários e quem vive da especulação financeira.

O palestrante mostrou, com dados e exemplos, de que forma a reforma da Previdência está sendo usada pelo governo, em favor dos detentores do capital especulativo nacional, para gerar mais riqueza para quem mais tem, penalizando os que, de boa vontade, querem, realmente, ajudar o Brasil a crescer e a se desenvolver.

Assessoria de Imprensa

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sábado será marcado por protestos contra o desmatamento da Amazônia em JP e CG

A questão do aumento do desmatamento e do número de queimadas na Amazônia impulsionaram cidadãos de todo o mundo a convocar manifestações em defesa da maior floresta tropical do planeta.…

Famintos: vereador nega ter sido alvo da PF e vai processar quem o acusou

Em nota encaminhada à imprensa na noite de ontem, quinta-feira (22), o vereador Márcio Melo desmentiu a informação de que teria sido um dos alvos de busca e apreensão durante a…