“A vergonha está desaparecendo”. A frase, aparentemente simples, embora muito profunda, foi proferida pelo historiador brasileiro Leandro Karnal, um dos pensadores mais celebrados no país e exterior por seu grau de conhecimento sobre o que somos. Nossas virtudes e defeitos.

E nessa lógica, pode-se aplicar a máxima da “vergonha” a qualquer ser humano, e no caso em pauta, falo do prefeito de Cabedelo, Vitor Hugo e seus recorrentes descontroles emocionais que refletem, necessariamente, em sua gestão.

O alcaide de Cabedelo, de forma objetiva, perdeu sua essência. O tino, a vergonha, cujo mais afetado por suas ações reside, de forma incisiva, na vida e cotidiano do povo cabedelense. E nesse preâmbulo, que considero fundamental, entro agora no cerne da questão. No coração do meu pensamento. Há esperança para os que habitam a cidade portuária.

E a certeza parte de um vislumbre parcial que chegou até a minha pessoa por uma fonte ilibada. Já na primeira quinzena de março o deputado estadual Felipe Leitão (DEM) decidirá com seus familiares e correligionários cabedelenses sua possível pré-candidatura a prefeito da cidade portuária. Com a decisão, virá também a mudança partidária.

De forma efetiva, não há espaço, muito menos ambiente para o atual chefe do Executivo de Cabedelo manter-se no cargo. Citado na operação Xeque Mate, que desarticulou uma Organização Criminosa que “loteou” a cidade de Cabedelo para empresários, políticos e fortes grupos financeiros, o prefeito necessita, de forma urgente, tratamento específico para sua saúde.

E aqui ponho, com direito a ponto e vírgula o ditado popular: “Rei morto, rei posto”. Sim: o rei está morto no sentido figurado. E uma vez nessa condição, somada a vergonha que nele parece não mais existir, que abra a mão do seu “reinado” e sua cegueira inebriante causada pelo poder seja curada para que ele possa observar que jamais será um bom gestor.

E em fase final do artigo, não só a minha pessoa, mas o povo de Cabedelo aguarda a primeira quinzena de março. Com toda a certeza a decisão que Felipe Leitão tomará repercutirá de forma decisiva no pleito de 2020 naquele município.

Eliabe Castor
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Justiça concede liminar a prefeitura de São José de Espinharas e proíbe Energisa de suspender fornecimento de energia na cidade

A Juíza Vanessa Moura Pereira de Cavalcante acatou uma Ação Civil Pública impetrada pela prefeitura de São José de Espinharas e proibiu a Energisa na Paraíba de executar a suspensão…

Desembargador Ricardo Vital destina R$ 399 mil ao HU para aquisição de 2.660 testes para Covid-19

O desembargador Ricardo Vital de Almeida, relator do processo da Operação Calvário, deferiu pedido formulado pelo Ministério Público da Paraíba (Gaeco) no sentido de destinar o montante de R$ 399.000,00,…