Num áudio que endereçou aos prefeitos paraibanos, com apelo dramático para que conscientizem seus munícipes a se precaverem contra o coronavírus, o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, previu que a Paraíba poderá viver “cenas de horror”. Acrescentou Galdino: “Se continuar nesse ritmo, já na próxima semana, lá para o dia 8, 9 ou 10, todo o sistema de saúde estará saturado. Ou seja, ocupado. E aí vamos ter cenas de horror na Paraíba. Coisa parecida com o que está ocorrendo em Manaus. Porque, quem adoecer lá para o dia 10, dia 15, possivelmente não vai ter UTI e isso será um Deus nos acuda”.

A coluna transcreve, na íntegra, o teor do áudio gravado pelo presidente da Assembleia, notoriamente ofegante porque estava se exercitando numa esteira:

OUÇA

“Meus amigos, prefeitas e prefeitos, primeiro explicar que estou numa esteira, por isso estou meio ofegante, mas eu quero conversar com vocês e alertar sobre a gravidade do momento em que estamos vivendo.

Vocês vão ver essas duas falas que coloquei aí, porque se continuar nesse ritmo, já na próxima semana, lá para o dia 8, 9 ou 10, todo o sistema de saúde estará saturado. Ou seja, ocupado. E aí vamos ter cenas de horror na Paraíba. Coisa parecida com o que está ocorrendo em Manaus. Desta forma, é preciso, e nesse momento mais do que nunca, cada uma das prefeitas e dos prefeitos possam dialogar com o seu povo e sua gente no sentido de que mantenham a prevenção, manter os cuidados para evitar a infecção do coronavírus. Porque, quem adoecer lá para o dia 10, dia 15, possivelmente não vai ter UTI e isso será um Deus nos acuda.

É importante, meus amigos e minhas amigas, que cada um de vocês faça uma live, converse com o seu povo, junte as Câmaras de Vereadores, explique a situação. Previna o seu pessoal e oriente para os cuidados que devem ter, principalmente, da obrigatoriedade de usar a máscara. Nesse momento é importante que todos, todos, 100%, usem máscaras.

Eu estive lendo um artigo que, quando dois estão usando máscara, a possibilidade de ser infectado é um por cento, quando um dos dois está sem máscara, basta um ou o outro contaminado, essa possibilidade aumenta para 50% ou até 70% de possibilidade de contaminação.

Então, é muito importante que as pessoas se conscientizem da obrigatoriedade de usar máscara e que vocês passem essa mensagem o mais rápido possível para o povo das cidades de vocês. Que vocês reúnam as lideranças políticas e religiosas empresariais, enfim, juntem a todos, divulguem essa situação e peçam a todos que tenham consciência do momento que nós estamos vivendo e procurem se proteger. Na hora que a gente protege a si mesmo, está protegendo a nós, a família e ao povo paraibano.

Então, é muito importante que cada um de vocês faça uma divulgação em massa, façam uma live, conversem com o povo de sua cidade, veja esse quadro de alerta que eu passei para vocês e ajam enquanto é tempo, para que a gente possa diminuir as mortes na Paraíba, o sofrimento do nosso povo e nos proteger a nós, nossa família e o povo paraibano.

Um abraço.”

Wellington Farias

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Wilson Filho critica individualismo da Unimed-JP após judicialização de lei que amplia atendimento

O deputado estadual Wilson Filho (PTB) criticou a Unimed João Pessoa por judicializar a lei 11.686/2020, denominada de “Fila Zero”, que permite ao Governo do Estado internar pacientes do Sistema…

Justiça manda Nilvan Ferreira retirar da internet conteúdo ofensivo contra Berg Lima

O juiz Antônio Rudimacy Firmino de Sousa, da 2ª Vara Mista de Bayeux, deferiu pedido de tutela antecipada nos autos da ação nº 0801118-64.2020.8.15.0751 para determinar que o radialista Nilvan…