Por pbagora.com.br

Apesar das enormes dificuldades que tem enfrentado desde o início do seu mandato, o governador João Azevêdo (Cidadania) tem conseguido manter, com habilidade e responsabilidade, a situação financeira do Estado em boas condições.
Convém lembrar que João não tem navegado em mar de rosas ao longo deste primeiro mandato. Primeiro enfrentou a ação do Gaeco sobre alguns dos seus principais auxiliares de governo, a ponto de fazer mudanças em setores estratégicos da gestão; segundo, enfrentou um desgastante rompimento político com o seu antecessor, Ricardo Coutinho (PSB); Terceiro (e pior), a pandemia do coronavírus.
Não tem sido mole, portanto, para o governador João Azevêdo tocar o barco. Apesar de tudo, no entanto, João tem conseguido tocar relativamente bem o projeto prometido em campanha, sobretudo, no tocante ao pagamento do funcionalismo público.

Antecipação
Nesta segunda-feira (27), no seu programa semanal de rádio “Fala, governador”, João Azevêdo já anunciou que em agosto além do pagamento do respectivo mês, vai antecipar a primeira parcela do 13º Salário.
Pagamento de salário nunca foi novidade e nem mérito de gestor nenhum. Mas considerando o cenário nacional em que vários estados, inclusive os mais poderosos, estão atolados em dificuldades, alguns com folha de pagamento em atraso, pagar em dia é no mínimo digno de registro.

Queda
Em decorrência dos problemas já mencionados, naturalmente, a arrecadação de receita pelo Governo do Estado sofreu uma redução considerável, com o comércio e a indústria praticamente imobilizados pelas medidas de enfrentamento ao coronavírus. Mas, nem assim, a Paraíba dá sinais de que o seu erário esteja enfrentando dificuldades preocupantes quanto à manutenção do calendário de pagamentos, tanto ao servidores públicos, quanto a fornecedores e outros mais.

Saneado
Tudo bem que o governador João Azevêdo assumiu o Governo da Paraíba numa situação privilegiada, deixada pelo seu antecessor Ricardo Coutinho, com dinheiro em cofre, fornecedores e obras com pagamentos em dia ou adiantados, etc.
Nada disso, porém, retira os méritos de João Azevêdo, até porque ele está enfrentando um problema de abrangência mundial que nenhum outro governador enfrentou.

 

Wellington Farias
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cagepa suspende abastecimento em 31 localidades da Grande JP nesta terça

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) comunica previamente que vai interromper o abastecimento de água, nesta terça-feira (4), das 7h às 23h, em 31 localidades da Grande…

Paraibano publicava ataques a adversários de Bolsonaro em páginas removidas

RIO — Páginas na internet com conteúdo bolsonarista removidas pelo Facebook no último dia 8 tentavam manipular discussões na rede, difundiam fake news e atacavam adversários da família Bolsonaro. O…