A Paraíba o tempo todo  |

Ameaça de greve eleva preço de combustíveis; Procon fiscaliza

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A ameaça de uma provável greve dos caminhoneiros em decorrência do aumento de 13% no valor do óleo diesel fez com que consumidores ficassem preocupados com a possibilidade de dasebastecimento, como ocorreu em maio deste ano. Visando tranqulizar a população, o Sindicato dos Condutores e Empregados de Empresas de Transportes de Combustíveis e Produtos Perigosos Derivados de Petróleo no Estado da Paraíba (Sindconpetro-PB) informou que não deve encabeçar a suposta manifestação.

Em João Pessoa e Campina Grande já foi possível, por parte dos consumidores, sentir o aumento dos preços dos combustíveis. O superintendente do Procon-JP, Helton Renê, confirmou que equipes do órgão estão nas ruas para avaliar os preços, e confirmou que deve haver um impacto nas cobranças. Na Capital, motoristas formaram grandes filas para abastecer os veículos temendo nova paralisação.

Em Campina Grande, o Procon Municipal afirmou que em alguns postos o aumento foi de quase 30 centavos. Desta forma, segundo o o superintendente Rivaldo Rodrigues, foi necessário disponobilizar uma força tarefa com três equipes do Procon nas ruas para fiscalizar os postos.

 

PB Agora

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe