Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) lançou, nesta quarta-feira (04), uma campanha de conscientização e doações para ajudar na manutenção do Hospital Napoleão Laureano, em João Pessoa, devido as dificuldades financeiras enfrentadas pela unidade de saúde, que é referência no tratamento do câncer no Estado. O objetivo é sensibilizar a sociedade em geral sobre a importância de doar e colaborar para o Hospital manter um serviço de qualidade aos cidadãos paraibanos.

O presidente da Casa, Adriano Galdino, destacou que o Poder Legislativo realiza essa campanha de conscientização para que a população possa contribuir, através de doação financeira. “Vamos clamar à população para que todos entrem nessa corrente de solidariedade e faça a sua doação. Vamos fortalecer o pedido de apoio, através dos veículos de comunicação e redes sociais, e também por meio de cartazes”, disse Galdino.

As doações podem ser feitas em dinheiro, através de depósito ou transferência bancária, pelo Banco do Brasil (Agência: 4362-1/Conta Corrente: 9784-5) e na Caixa Econômica (Agência 1010/Conta: 32028-4 Operação 013).

No Legislativo Estadual todos os parlamentares e servidores vão abraçar a causa, já que a unidade de saúde vem se sustentando apenas com R$ 4 milhões mensais, mesmo com uma despesa de R$ 5,5 milhões. Atualmente, 70% dos portadores de câncer na Paraíba são tratados no Hospital Napoleão Laureano.

Os parlamentares contribuem mensalmente com o Hospital e a ALPB irá ampliar essa ajuda. Na semana passada foi aprovado o Projeto de Resolução 106/2019, que institui o Programa de Incentivo a Doação Voluntária de Percentual sobre Subsídios e os deputados irão doar 1,2% dos seus salários para o Laureano.

“A Casa vai ampliar essa contribuição. Nós já aprovamos uma resolução autorizando o débito em conta de todos os deputados e funcionários. Vamos dar uma ajuda em torno de R$ 15 mil por mês, além do que os deputados já repassam mensalmente. Através da campanha, que pretende conscientizar as pessoas, vamos ampliar o número de colaboradores”, ressaltou Adriano Galdino.

Os deputados da Casa destacaram que de 2015 a 2018 o Hospital Napoleão Laureano realizou 667 mil atendimentos ambulatoriais, 20 mil internações, 21 mil cirurgias, 137 mil sessões de quimioterapia, 681 mil sessões de radioterapia e 91 mil exames de diagnósticos por imagem. O saldo negativo atualmente na unidade é de R$ 2,6 milhões e os parlamentares entendem que é possível continuar recebendo apenas R$ 4 milhões.

 

 

Redação com ALPB

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Projeto obriga bares a auxiliar mulheres em situação de risco

A Comissão de Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, durante reunião nesta quarta-feira (18), por unanimidade, o projeto 303/2019, de autoria do presidente da Casa, Adriano…

Polícia apreende armas em três cidades paraibanas

Mais quatro armas de fogo foram apreendidas, nas últimas horas, pela Polícia Militar, em ações nas cidades de João Pessoa, Monteiro e Sousa. Com essas, já são mais de 2…