A Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-PB) autuou, nessa quarta-feira (27), 18 estabelecimentos comerciais em João Pessoa por descumprimento da Lei Estadual 10.859/2017, de autoria do presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, que obriga as empresas físicas e onlines a publicarem informações e valores dos produtos que estarão inclusos na Black Friday, pelo menos dois dias antes do início da promoção.

Tendo em vista a proximidade da Black Friday, o Procon-PB fiscalizou 31 estabelecimentos comerciais em João Pessoa. Desse total, 18 foram autuados e cinco autos de constatação notificados no primeiro dia da ação antecipada da promoção. As empresas terão um prazo de 10 dias pra apresentar suas defesas.

Segundo a lei, para evitar fraudes, a lista com os itens que estarão na Black Friday deverá ser exibida no próprio site da loja, com o preço real de cada produto, sem o desconto a ser concedido durante a promoção. Adriano Galdino disse que a sua proposta de realizar a campanha Campanha Black Friday Legal partiu da preocupação de auxiliar o consumidor, não só na melhor escolha de preços dos produtos, como também na segurança de que está sendo cobrado o valor justo pela mercadoria.

“Trata-se de uma lei muito importante, que possibilita o acompanhamento dos preços online, em tempo real, e, acima, de tudo, saber o que realmente está acontecendo nessa relação entre consumidor e o comércio neste dia tão famoso, que, dizem, todos fazem realmente suas promoções e liquidações”, comentou Galdino.

O deputado estadual Wilson Filho (PTB), presidente da Frente Parlamentar de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa, ressaltou que a ferramenta que orientam o consumidor a buscar o melhor preço e as ações contra os comerciantes que não cumprem o que anunciam não significa uma ‘caça às bruxas’.

“Estamos vivenciando, a cada momento, a cada dia que se passa, a cada mês que se inicia, um trabalho ainda mais fortalecido durante a busca da harmonia entre o consumidor e os empresários prestadores de serviços. Aqui, na ALPB, defendemos  o consumidor”, disse o deputado, afirmando que, infelizmente, ainda existem empresários que agem de má fé.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Romero anuncia mais um pacote de obras para Campina Grande

Após visitar áreas que serão contempladas com novas intervenções da Prefeitura em Campina Grande, o prefeito Romero Rodrigues anunciou, durante entrevista à Rádio Campina Grande FM, um novo pacote de…

Câmara Municipal de Bayeux vota contra cassação do prefeito Berg Lima, na PB

Em uma sessão que durou mais de treze horas e só terminou na madrugada, a Câmara Municipal de Bayeux, na Grande João Pessoa, decidiu pelo não cassação do prefeito Berg…