“O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis”. Com este pensamento do célebre poeta português Fernando Pessoa, o deputado Lindolfo Pires (DEM) iniciou sua justificativa pela concessão da Medalha de Mérito Jurídico Tarcísio de Miranda Burity ao advogado Paulo Américo Maia de Vasconcelos na manhã desta quinta-feira (18.11) na Assembleia Legislativa da Paraíba

“Nosso homenageado faz parte de uma classe de advogados que honram a advocacia paraibana, cuja missão é abraçada com vocação, fé, dignidade, humildade, dedicação e compromisso ético com as pessoas envolvidas nas atividades judiciais”, disse Lindolfo em seu discurso.

O plenário Deputado José Mariz ficou lotado por autoridades, amigos e admiradores do homenageado, que fizeram questão de ressaltar as qualidades e a trajetória ímpar do advogado. À exemplo da viúva do ex-governador Tarcísio Burity, Glauce Burity. “Nos sentimos felizes e emocionados, porque se trata de uma homenagem justa, já que havia uma afinidade entre Tarcísio e Paulo Maia. Eram grandes amigos”, afirmou ela, que lembrou ainda do gosto que os dois tinham pela música clássica e se reuniam todos os sábados para ouvir as obras musicais.

O ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – seccional Paraíba (OAB-PB), José Mário Porto falou sobre o caráter e do saber jurídico incontestável de Paulo Maia, que presidiu a OAB-PB por oito mandatos. “Ele sempre representou bem a advocacia em qualquer lugar que ele estivesse. A Assembléia acertou em conceder uma medalha tão importante a um homem de bem da Paraíba, uma das reservas morais da advocacia paraibana”, afirmou Porto.

O homenageado, visivelmente emocionado, ocupou a tribuna para agradecer a honraria concedida pela Casa de Epitácio, e destacou que o sentimento derivava de quatro motivos. O primeiro, pelo local, o plenário que leva o nome de José Mariz, um grande amigo dele. O segundo pela oportunidade do momento, com os trabalhos da sessão especial presididos pelo deputado João Gonçalves (PSDB), que segundo Paulo Maia é um “grande parlamentar da história política de nosso Estado”.

O terceiro motivo elencado pelo homenageado foi pela autoria do requerimento do deputado Lindolfo Pires , que como Paulo Maia tem origem na região do Alto Sertão do Estado. Já quarta razão ele atribuiu ao político e advogado Tarcísio Burity, “uma das grandes figuras que a Paraíba já conheceu”, enfatizou ele.

“Na realidade, outorga-se a comenda não à pessoa de Paulo Maia, mas ao advogado militante”, revelou o homenageado, fazendo uma breve retrospectiva de sua história, inclusive da luta pela anistia e pela redemocratização do Brasil.

Fizeram parte da Mesa, o presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB), Luiz Sílvio Ramalho, o desembargador Joás de Brito Pereira, o advogado Yanko Cirillo representando os amigos do homenageado, o presidente da Fundação Espaço Cultural e filho de Tarcísio Burity Maurício Navarro Burity, representando o Governo do Estado, o prefeito de Santa Rita, Marcos Odilon e o vice-presidente do TRT-PB, Paulo Américo Maia de Vasconcelos Filho.
 

 

Ascom ALPB

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Litoral da Paraíba tem quatro praias impróprias para banho

O Litoral paraibano tem três praias impróprias para banho neste final de semana. Os trechos ficam entre João Pessoa e Pitimbu, de acordo com o relatório divulgado pela Superintendência de…

Patrulha Maria da Penha registra mais de 1,2 mil atendimentos em 100 dias, na PB

Os resultados dos primeiros cem dias de atuação da Patrulha Maria da Penha no Estado – 84 mulheres protegidas e mais de 1.200 atendimentos – foram apresentados ao presidente do…