A Paraíba o tempo todo  |

ALERTA: agentes de limpeza urbana podem iniciar greve geral na Grande João Pessoa

O Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Limpeza Urbana no Estado
da Paraíba (Sindlimp) considerou encerradas as negociações para o
Acordo Coletivo de Trabalho 2011. O Sindlimp está em campanha salarial
há cerca de um mês e meio e chegou a realizar seis reuniões com as
empresas do setor, com mediação da Superintendência Regional do
Trabalho e Emprego (SRTE).

Na reunião, que aconteceu na tarde deste dia 11 de fevereiro, as
empresas Marquise, Ambiental Soluções e Limp Fort não apresentaram
nenhuma nova proposta e reafirmaram o reajuste de 6,86% nos salários,
já apresentado anteriormente. O salário atual da categoria é de R$
522,00. O Sindlimp reivindica um reajuste de 20%, além do fim do banco
de horas e a insalubridade máxima de 40% para todas as funções
exercidas pelos agentes de limpeza (garis).

Diante do impasse quanto aos salários, o Sindicato resolveu levar à
base a proposta de greve geral na Região Metropolitana de João Pessoa.
Com isso, as empresas sequer garantiram a efetivação das demais
cláusulas já acordadas nas reuniões anteriores.

Em 2010, o Sindlimp, após situação similar, realizou a primeira greve
geral da história dessa categoria. A greve durou cinco dias e obteve
diversas conquistas, incluindo um reajuste três vezes maior do que o
inicialmente proposto pelas empresas.

 

Redação

 

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe