A Paraíba o tempo todo  |

Aguinaldo ressalta importância da Educação e da valorização dos professores: “Não há nada mais transformador”

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O fortalecimento da Educação pública sempre foi uma das bandeiras do deputado federal e líder da Maioria no Congresso, Aguinaldo Ribeiro, do Progressistas. A luta por garantias e conquistas para professores, servidores e alunos está diretamente relacionada com o futuro do país e por isso, recentemente o parlamentar votou a favor do projeto para que o piso salarial nacional dos professores seja analisado pelo Plenário da Câmara.

É que atualmente, a revisão anual do piso ocorre no mesmo percentual de crescimento do valor anual mínimo por aluno referente aos anos iniciais do ensino fundamental urbano, já com a reformulação do Fundeb por meio da Emenda Constitucional 108, de 2020, deverá haver um aumento maior que o INPC para o valor mínimo por aluno, refletindo diretamente no piso dos professores.

Aguinaldo ressaltou que seu posicionamento não poderia ser diferente já que, ao seu ver, não há nada mais transformador em uma sociedade do que a Educação, que forma crianças e jovens e os transforma em cidadãos.

“Votamos recentemente uma matéria importante para os professores do Brasil e da nossa Paraíba: o reajuste dos professores. Não poderia ser diferente o meu posicionamento na Câmara dos Deputados, no Parlamento brasileiro, que é a defesa intransigente do professor. Um país que precisa de Educação como o nosso não pode deixar de valorizar o professor e a professora, por isso votei a favor dos professores porque como disse e repito não há nada mais transformador numa sociedade do que você através da Educação formar as nossas crianças e jovens e transformá-los em cidadãos. Fico feliz nesse momento em ter contribuído com um voto importante pois foi uma votação apertada e nosso voto contribuiu para que os professores e professoras saíssem vitoriosos” pontuou.

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe