As águas do Rio São Francisco já estão correndo outra vez na Paraíba, e a perspectiva é que em 30 dias elas inundem o açude Epitácio Pessoa em Boqueirão. As águas do “Velho Chico” chegaram na tarde desta quarta-feira (20) à cidade de Monteiro, no Cariri paraibano, 12 dias após a retomada do bombeamento da Transposição.

Desde fevereiro que as águas da transposição do Rio São Francisco não eram bombeadas para a Paraíba devido a um problema na barragem de Cacimba Nova, em Pernambuco. Antes de chegar à Paraíba, água captada do Rio São Francisco passou por seis estações elevatórias de água, cinco aquedutos, 23 segmentos de canais e ainda 12 reservatórios.

De acordo com informações da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), as águas seguiram pelo canal até a cidade de Monteiro, onde desemboca no rio Paraíba. Elas seguiram para os açudes de Porções e Camalau, e depois seguirão pelo leito do Rio Paraíba até chegar no Açude de Boqueirão. O açude Epitácio Pessoal tem capacidade para armazenar 411.686.287 metros cúbicos de água, mas, nesta quinta-feira (21) amanheceu com 79.844.015 , o que representa 17,11 de sua total capacidade, segundo os dados da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa).

– A previsão do MDR era o retorno das águas até o dia 20 de novembro. Já soube que as águas retornaram a Paraíba. Vamos dar um tempo para que ela se normalize e  saiba a vazão que vai ser liberada. Determinei a gerência de monitoramento e a gerência de bacia de Campina Grande para fazer o acompanhamento dessas águas ao longo do Rio Paraíba até a barragem de Poções, como também a barragem de Camalaú e de Boqueirão – explicou Porfírio Loureiro, presidente da Aesa.
Ele destacou que existe a possibilidade das águas chegarem ao Açude Epitácio Pessoa, em até 30 dias caso o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) libere uma vazão de 4 metros cúbicos de água por segundo.

Monteiro foi a primeira cidade paraibana a receber as águas da transposição, no dia 8 de março de 2017. A água passou no último segmento de canal da transposição para entrar no túnel por volta das 18h20, já na zona rural de Monteiro, próximo à divisa com Pernambuco.

Já no dia 14 de março de 2018, o então Ministério da Integração confirmou a necessidade de suspensão temporária da transposição do Eixo Leste do Rio São Francisco para a Paraíba, até que as obras programadas para os açudes de Poções e Camalaú fossem concluídas, prazo máximo de quatro meses, segundo nota do governo.

SL
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Professores de JP terão reajuste de 13% no salário, anuncia PMJP

Na manhã desta terça-feira (21), a Prefeitura Municipal de João Pessoa anunciou aumento de 13% nos salários dos mais de 4,5 mil profissionais do magistério da Rede Municipal . Com…

Azevêdo apresenta à entidades novo projeto de habitação popular

O governador João Azevêdo se reuniu, nesta terça-feira (21), na Granja Santana, em João Pessoa, com representantes do Fórum Estadual de Reforma Urbana da Paraíba, ocasião em que apresentou o…