Nessa sexta-feira (28) o Tesouro Nacional bloqueou a  cota do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) da Prefeitura de Campina Grande.

O recurso estava programado para integrar o desembolso da Secretaria de Finanças na quitação da folha de pessoal relativo ao mês de setembro.

Por conta do bloqueio integral, a prefeitura realizou o pagamento apenas dos servidores que recebem até R$ 4.800,00. A previsão é que os outros pagamentos sejam realizados na próxima teça-feira.

O bloqueio teria se dado por dívidas antigas resultantes de empréstimos anteriores a gestão de Romero Rodrigues e que se tornaram objeto de uma disputa judicial e técnica desde 2013.

De acordo com o procurador geral do Município, José Mariz a PGM já conseguiu, no âmbito do Judiciário, a decisão do pagamento de 17% sobre apenas 5% da Receita Líquida, para abater débitos inscritos na Dívida Ativa, mesmo assim a AGU recomendou recentemente o bloqueio do FPM.

PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Romero garante que CG terá 100% da iluminação em LED

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, reafirmou na manhã desta segunda-feira (19), em entrevista concedida à Rádio Correio FM, que pretende implantar iluminação em LED em todos os bairros…

HABIB’S Bancários anuncia novos projetos e melhoria no cardápio

Novidade no mercado de alimentação da cidade de João Pessoa. A unidade HABBI’S do Bancários tem crescido tendo no gosto popular do bairro e arredores que está anunciando uma série…