Por pbagora.com.br

 Produtores rurais dos estados nordestinos podem renegociar dívidas com descontos de até 95%. A medida vale para operações contratadas no Banco do Nordeste até dezembro de 2011 e beneficia mais de 674 mil agricultores, que terão, ainda, quatro anos de carência.

O abatimento máximo será aplicado em operações de até R$ 15 mil contratadas até 2006 por produtores residentes no Semiárido. Fora dessa região, o rebate é de até 85% da dívida para créditos contraídos.

As operações registradas entre 2007 e 2011 recebem descontos de 50% para agricultores do Semiárido e 40% para os que produzem fora desse perímetro. Os benefícios são obtidos em renegociações de dívidas nas agências de relacionamento do Banco do Nordeste.

A primeira parcela da operação repactuada vencerá em 2021 e a última em 2030. As taxas de juros anuais aplicadas variam entre 0,5% para agricultores familiares e 5% para grandes produtores.

A medida está em vigor desde a assinatura do decreto de regulamentação da Lei de Renegociação de Dívidas Rurais (Lei 13.340/2016) pelo presidente da República, Michel Temer, na sede do Banco do Nordeste, em dezembro.


Redação

 

 

Notícias relacionadas

Morre em CG, aos 56 anos, o servidor público ‘Zé Gotinha’

Na noite dessa sexta-feira (14), faleceu, aos 56 anos, no Hospital das Clínicas em Campina Grande, José Antônio Costa, conhecido popularmente como ´Zé Gotinha´. Servidor público e multimídia, Zé Gotinha…

ALPB lamenta morte do servidor público José Antônio Costa, o “Zé Gotinha”

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, em nome de todos os parlamentares e servidores da Casa Epitácio Pessoa, vem a público lamentar o falecimento do servidor público…