Cerca de 300 agricultores de comunidades das regiões do Agreste, Litoral e Várzea da Paraíba, realizaram manifestação, ontem, (14) na principal rua da cidade de Mogeiro, a 109 km da capital, contra a vice-prefeita do Município e proprietária da Fazenda Salgadinho, Maria Luiza Leonardo Lima Anjos. Segundo a CPT (Comissão o Pastoral da Terra), a vice-prefeita vem praticando violação dos direitos humanos contra as 32 famílias posseiras, com destruição de lavouras, ameaças a trabalhadores e tentativa de homicídios.

A CPT também acusa a vice-prefeita de usas do seu poder na gestão Municipal para proibir a Secretaria de Agricultura do Município de distribuir sementes e horas máquinas para as famílias posseiras da Fazenda Salgadinho. Como protesto, os manifestantes fizeram um mutirão em apoio às 32 famílias de Salgadinho e plantaram sementes de milho e mandioca.
 

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Wilson Filho critica individualismo da Unimed-JP após judicialização de lei que amplia atendimento

O deputado estadual Wilson Filho (PTB) criticou a Unimed João Pessoa por judicializar a lei 11.686/2020, denominada de “Fila Zero”, que permite ao Governo do Estado internar pacientes do Sistema…

MPPB quer investigação sobre desmatamento na Mata Atlântica em Bayeux

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) determinou, nesta terça-feira (26/05), que a 5ª Delegacia Distrital de Bayeux, na Grande João Pessoa, instaure um inquérito policial contra um servidor público afastado…