A Paraíba o tempo todo  |

Agosto Dourado é encerrado com curso sobre amamentação na volta ao trabalho

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A programação do “Agosto Dourado” foi encerrada nesta sexta-feira (28) com o Banco de Leite Anita Cabral oferecendo um curso sobre aleitamento no retorno ao trabalho para funcionárias de uma fábrica de calçados, na capital. Agosto é o mês dedicado à intensificação das ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno.

Por causa da pandemia do coronavírus, o curso aconteceu de forma on-line, pela plataforma Google Meet, com a equipe assistencial e de capacitações de cursos do Banco de Leite, formada por nutricionista e fonoaudióloga, que forneceu orientações sobre o universo da amamentação para funcionárias da Alpargatas.

“Quando as empresas se mostram parceiras da causa, é imprescindível que estejamos lá mostrando os meios, as alternativas e como fazer para que dê tudo certo com a amamentação”, disse a diretora geral do Banco de Leite, Thaíse Ribeiro.

“O trabalho que fizemos hoje nessa fábrica é fundamental porque quando falamos de mães, também estamos falando de mulheres que, muitas vezes, são trabalhadoras. É impossível promover o aleitamento materno sem abordar a questão do retorno ao trabalho”, disse a nutricionista e coordenadora de ações estratégicas de promoção ao aleitamento materno, Laura Fernandes.

Durante todo o mês, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Banco de Leite, realizou capacitações virtuais e lives sobre a importância do aleitamento materno; orientações a respeito do universo da amamentação.

Entre os assuntos abordados nas palestras e diálogos, nutrição na primeira infância, o manejo clínico, técnica para amamentação e a interferência dos bicos de borracha.

Também foi realizado seminário voltado para os profissionais da Rede de Banco de Leite da Paraíba, dos pontos de coleta, da atenção básica, bem como para os profissionais da saúde que atuam nos Hospitais Amigos da Criança.

Atualmente, o Estado conta com a Rede de Bancos de Leite que coleta, mensalmente, uma média de 723,7 litros, com a colaboração de 507 doadoras, distribui uma média de 607,1 litros de leite e proporciona o atendimento a 733 receptores.

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe