Por pbagora.com.br

Os agentes comunitários de João Pessoa devem paralisar suas atividades por tempo indeterminado a partir desta quinta-feira (24). De acordo com a categoria, o ato é contra a extinção da gratificação VPI (Vantagem Pecuniária Individual). Cerca e 1361 agentes comunitários e 350 agentes de combates às endemias devem aderir à manifestação.

De acordo com os agentes, há cinco anos que os profissionais não têm reajuste salarial. Na pauta de reivindicações, os agentes reclamam ainda de três anos sem fardamento e material de trabalho e o não repasse do incentivo adicional previsto na Lei Federal 12.994/2014, que regulamenta o financiamento do programa de agentes comunitários de todo o Brasil.

Uma assembleia foi realizada pelo comando de greve nesta terça-feira (22) com o objetivo de elaborar os próximos atos. O Sindicato de Agentes Comunitários de Saúde (Sindacs-PB) acusa a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) de negligência. A categoria pede ainda que os agentes comunitários de saúde (ACS) e agentes de combate à endemia (ACE) sejam inclusos no PCCR da Saúde.

 

PB Agora

 

Notícias relacionadas

MPF denuncia internautas da PB por comentários racistas contra baianos

O Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba denunciou à Justiça Federal dois internautas, residentes em Santa Rita (PB) e João Pessoa (PB), por praticarem discriminação e preconceito de procedência nacional,…

VÍDEO: muro desaba em cima de carros no bairro do Bessa, em João Pessoa

Na manhã desta quinta-feira, dia 13, um muro desabou sobre carros que estavam estacionados no bairro do Bessa, em João Pessoa. De acordo com as informações o fato ocorreu nas…