A Agenda do ex-governador Ricardo Coutinho, registra supostos pagamentos ilícitos feitos por radialista Fabiano Gomes. Documentos foram encontrados na busca e apreensão da sétima fase da operação e apresentam dados de transações realizadas por Fabiano Gomes.
O radialista Fabiano Gomes, preso na oitava fase da Operação Calvário, teria relação com pagamentos ilícitos de propina, de acordo com a denúncia do Ministério Público da Paraíba (MPPB). Durante a sétima fase da operação, foi encontrada uma agenda do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) onde existem registros dos pagamentos supostamente realizados por Fabiano Gomes.
A 8ª fase da Operação Calvário e investiga a lavagem de dinheiro de recursos desviados de organizações sociais da área da saúde, por meio de jogos de apostas autorizados pela Loteria do Estado da Paraíba (Lotep).

Conforme o documento, nos manuscritos da agenda pessoa de Ricardo Coutinho, Fabiano Gomes teria relação com “tanques com dinheiro”; “dois cartões de gasolina” que totalizam o montante de mais de R$ 11 milhões; “devolução de R$ 460 mil”, como uma suposta propina que teria retornado a Fabiano sob o controle de Ricardo Coutinho; e um repasse de R$ 100 mil para um jornalista feito por Ricardo Coutinho a pedido de Fabiano Gomes.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Inmet alerta para perigo de acumulado de chuvas em João Pessoa

Mais chuvas na Paraíba. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de perigo potencial de acumulado de chuvas para João Pessoa e mais 50 municípios da Paraíba. O…

TSE é consultado sobre benefício a candidaturas barradas pela Ficha Limpa

Célio Studart quer esclarecer se candidatos condenados em 2012 e que estariam inelegíveis em outubro podem se beneficiar de alteração da data das eleições municipais O deputado federal Célio Studart…