A Paraíba o tempo todo  |

Acusado de matar esposa com 14 facadas tem pena de 22 anos de prisão mantida

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Em sessão virtual, a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba negou provimento a Apelação Criminal nº 0002965-86.2010.815.0751 e manteve a pena de 22 anos e seis meses de reclusão aplicada ao réu J.C.G.D em decorrência da morte da sua esposa, fato ocorrido em agosto de 2010. De acordo com os autos, o acusado, utilizando-se de uma faca, efetuou aproximadamente 14 golpes contra a vítima, produzindo-lhe os ferimentos causadores de sua morte.

Conforme a denúncia, acusado e vítima mantiveram relacionamento amoroso por quatro anos, vindo, no último ano, a se casar. Ocorre que durante esse período, o casal vivenciava muitas discussões, por questões de ciúmes do denunciado, e a ofendida se queixava à mãe de ser agredida por parte do marido. As agressões evoluíram a ponto de a vítima, após ser ameaçada de morte, pelo esposo, sair de sua residência conjugal para morar com sua mãe, isso quatro dias antes do delito. Inconformado com a separação e imaginando que a vítima, uma vez separada, pudesse vir a se relacionar com outro homem, o acusado decidiu matá-la.

Ao apelar da sentença, a defesa alegou que a pena fora exacerbada. No entanto, o relator do processo, juiz convocado José Guedes Cavalcanti Neto, considerou que a pena foi dosada de modo correto. “Vê-se que o magistrado fundamentou corretamente a reprimenda, declinando, motivadamente, as suas razões, com arrimo em elementos concretos, as circunstâncias judiciais, em conformidade com o critério trifásico e demais regras pertinentes, não havendo qualquer inadequação que mereça ser sanada nesta sede recursal”, pontuou.

Da decisão cabe recurso.

Da Redação com TJPB

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe