Acusado de ter envolvimento em um esquema de fraude na merenda de Campina Grande, o vereador Renan Maracajá pode perder o mandato. Ontem o Ministério Público Federal (MPF) apresentou as alegações finais no processo da ‘Operação Famintos’ e pediu a perda do mandato do parlamentar.

A operação investiga fraudes em licitações e desvios na merenda escolar de Campina Grande.

No documento, o MPF solicitou a perda do mandato do vereador de Campina Grande Renan Maracajá (PSDC), caso ele seja condenado a uma pena superior a quatro anos de prisão.

No mesmo pedido, o órgão requer ainda a condenação dos 16 denunciados na operação.

O advogado do vereador, Rodrigo Lima, reforçou a inocência de Renan Maracajá. Ele disse que, assim como o MPF, também apresentará as alegações finais da defesa do parlamentar para a Justiça.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Governo da Paraíba faz nova proposta para Forças de Segurança

Durante audiência realizada nesta sexta-feira (28), o governo da Paraíba lançou uma nova proposta para as entidades representativas das Forças de Segurança da Paraíba. O secretário de Segurança da Paraíba,…

Justiça suspende obras do Parque Sanhauá no Porto do Capim em JP

A Justiça Federal na Paraíba suspendeu nesta quinta-feira (27) as obras do Parque Ecológico Sanhauá, na Comunidade do Porto do Capim, em João Pessoa. A decisão do juiz federal João…