Por pbagora.com.br

Acusado de ter envolvimento em um esquema de fraude na merenda de Campina Grande, o vereador Renan Maracajá pode perder o mandato. Ontem o Ministério Público Federal (MPF) apresentou as alegações finais no processo da ‘Operação Famintos’ e pediu a perda do mandato do parlamentar.

A operação investiga fraudes em licitações e desvios na merenda escolar de Campina Grande.

No documento, o MPF solicitou a perda do mandato do vereador de Campina Grande Renan Maracajá (PSDC), caso ele seja condenado a uma pena superior a quatro anos de prisão.

No mesmo pedido, o órgão requer ainda a condenação dos 16 denunciados na operação.

O advogado do vereador, Rodrigo Lima, reforçou a inocência de Renan Maracajá. Ele disse que, assim como o MPF, também apresentará as alegações finais da defesa do parlamentar para a Justiça.

PB Agora

Notícias relacionadas

Vacinômetro: PMJP disponibiliza nomes de pessoas vacinadas contra Covid-19

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) disponibilizou no portal da transparência os nomes de todas as pessoas que já receberam a vacina contra a Covid-19. Chamada de ‘vacinômetro’, é possível,…

Estudantes são selecionados pelo Instituto Global Attitude para projeto de monitores

O Instituto Global Attitude seleciona estudantes de graduação de todo o país para as vagas do primeiro semestre de 2021 do programa de monitores do projeto MONUEM-ERESP. Os selecionados levarão…