Acusado de ter envolvimento em um esquema de fraude na merenda de Campina Grande, o vereador Renan Maracajá pode perder o mandato. Ontem o Ministério Público Federal (MPF) apresentou as alegações finais no processo da ‘Operação Famintos’ e pediu a perda do mandato do parlamentar.

A operação investiga fraudes em licitações e desvios na merenda escolar de Campina Grande.

No documento, o MPF solicitou a perda do mandato do vereador de Campina Grande Renan Maracajá (PSDC), caso ele seja condenado a uma pena superior a quatro anos de prisão.

No mesmo pedido, o órgão requer ainda a condenação dos 16 denunciados na operação.

O advogado do vereador, Rodrigo Lima, reforçou a inocência de Renan Maracajá. Ele disse que, assim como o MPF, também apresentará as alegações finais da defesa do parlamentar para a Justiça.

PB Agora

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

GKay se pronuncia sobre morte de empresário após a sua festa

A atriz e influencer paraibana Gessica Kayane se pronunciou sobre a morte do empresário Evandy Melo, que morreu após sair da sua festa,a Farofa da GKay, perder o controle do…

Matrículas da rede municipal de CG vão até dia 27 de dezembro

A Secretaria de Educação de Campina Grande (Seduc) inicia nesta sexta-feira, 06, as matrículas para alunos novatos e veteranos do Sistema Municipal de Ensino. Para os alunos veteranos as matrículas…