Por pbagora.com.br
Foto reprodução PolemicaPB

Acusado de assassinar a modelo a modelo Lorrayne Damares da Silva, 19 anos, Kennedy Ramon Alves Linhares, de 32 anos, se diz arrependido com bíblia na mão e faz greve de fome.

Ele chegou à Paraíba nesta terça-feira, após ser preso pela polícia. Uma equipe de policiais civis paraibanos buscou o suspeito na 1ª Delegacia Territorial de Eunápolis, onde ele estava custodiado desde o último sábado (19), quando foi preso na BR-101.

Questionado sobre o motivo de matar e ocultar o corpo da modelo Lorrayne, o acusado se limitou a dizer que “não era para acontecer”.

O corpo da modelo paraibana Lorrayne Damares da Silva, de 19 anos, foi encontrado em avançado estado de decomposição na manhã do último domingo (20), às margens do Rio Paraíba, nas proximidades da região conhecida como Café do Vento,

A prisão do acusado, que era namorado da vítima, foi feita na cidade de Eunápolis, em uma ação conjunta da PRF, da Polícia Civil da Paraíba e da Polícia Militar da Bahia. Ele teria fugido da Paraíba depois do crime e, agora, vai ser transferido de volta a João Pessoa, onde prestará depoimento aos policiais locais responsáveis pela investigação.

De acordo com a Polícia Civil da Paraíba, o namorado confessou o crime ao ser preso e teria sido ele quem indicou o local onde deixou o corpo, após matá-la.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Covid: por falta de oxigênio em hospitais do AM, JP receberá dez pacientes de Manaus

Na manhã desta quinta-feira (14), o estado do Amazonas comunicou a falta de oxigênio para pacientes internados em hospitais de Manaus. Após o anúncio e para atender solicitação do Ministério…

Corpo do deputado João Henrique é sepultado em Monteiro

O corpo do deputado João Henrique foi sepultado nesta quinta-feira (14) na cidade de Monteiro, no Cariri do Estado. Amigos, familiares, apoiadores e a população em geral da região teve…