Acusada pelo Ministério Público de integrar uma organização criminosa que desviou cerca de R$ 134 milhões da Saúde na Paraíba, no decorrer da Operação Calvário, a prefeita do Conde, Márcia Lucena (PSB), abriu uma “vaquinha on line”, para arrecadar cerca de R$ 300 mil e pagar seus advogados.

“Sei da minha inocência, eu confio na justiça, mas para fazer minha defesa eu preciso de ajuda. Eu vivo do meu salário como prefeita e o patrimônio que eu tenho é a casa que eu moro, herança dos meus pais, e o apartamento que os meus filhos vivem”, disse ela em vídeo, onde relata sua administração e pede que os eleitores a ajudem com a despesa.

CONFIRA

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Governo reforça necessidade de notificação imediata de casos suspeitos de Covid-19

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), reforça aos municípios que a notificação de casos do novo coronavírus (Covid-19) deve ser imediata. Por determinação…

Disputa em Pedras de Fogo: Manoel Jr diz que atende apelo de amigos

Manoel Junior transfere domicílio eleitoral para Pedras de Fogo O vice-prefeito de João Pessoa e presidente estadual do Solidariedade, Manoel Junior, transferiu seu domicilio eleitoral para Pedras de Fogo, sua…