Campina Grande recebe neste sábado, 2, o seu mais novo bispo, Dom Dulcênio Fontes, que chegará à cidade em carreata e um cortejo o guiará até a Catedral de Nossa Senhora da Conceição. A cidade preparou uma grande festa para recepcionar o seu novo pastor.

A solenidade também faz parte das comemorações do Dia da Padroeira, que acontece no dia 8 de dezembro. Dom Dulcênio Fontes de Matos chega à Rainha da Borborema no dia da posse canônica. Para recepcionar o novo pastor, a Diocese está organizando uma carreata, que vai receber Dom Dulcênio na entrada da cidade e leva-lo à Praça da Bandeira, onde acontece uma das solenidades do dia.

A carreata terá concentração na Av Assis Chateaubriand, em frente a empresa Alpargatas. Dom Dulcênio chegará pontualmente às 15h e saudará o povo que já o espera. A carreata seguirá o seguinte trajeto: Av Assis Chateaubriand, Rua José do Patrocínio, rua Lino Gomes da Silva (passando em frente a AABB), segue pela Treze de Maio, contorna a Praça Clementino Procópio e chega à Praça da Bandeira. O trajeto foi definido pela STTP, que acompanhará todo cortejo, garantindo a segurança e o fluxo dos veículos.

“Queremos, desde sua chegada, que nosso novo pastor se sinta bem recebido. E o povo de Campina Grande sabe fazer isso, pois foi assim que fizeram com os antecessores, lembrando os mais recentes Dom Jaime em 2005 e Dom Delson em 2012”, lembra o Pe Aparecido Camargo, administrador diocesano. “Convidamos todas as pessoas a se fazerem presentes nesta carreata. De carro ou de moto, vamos juntos dizer este ‘seja bem vindo’ a Dom Dulcênio, que também está se preparando para acolher seus novos diocesanos”, concluiu.

Após a carreata, a programação de acolhida e posse segue com solenidade na Praça da Bandeira, onde Dom Dulcênio será recebido pelas autoridades locais. A Missa de posse será em seguida, às 17h, na Catedral de Nossa Senhora da Conceição.

Dom Dulcênio Fontes de Matos nasceu no dia 19 de outubro de 1958, na cidade de Lagarto, em Sergipe e ingressou no seminário no ano de 1979, estudando Filosofia em Brasília e Teologia na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-RJ. Em 1985 foi ordenado sacerdote, exercendo seu ministério nas paróquias de sua diocese de origem, Estância (SE).

O bispo foi nomeado pelo papa Francisco no dua 11 de Ojtubro. Ele foi ansferido da diocese de Palmeira dos Índios, em Alagoas. Ele passou 11 anos naquela região. Dulcênio Fontes será o 8º bispo de Campina Grande. Com a posse de Dom Manoel Delson para no cargo de arcebispo da Paraíba, Campina Grande ficou sem bispo durante cinco meses.

Severino Lopes

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Homem é morto a tiros quando saía de bar, em Santa Rita

O distrito de Bebelândia, na cidade de Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa, voltou a ser palco de mais um assassinato. Dessa vez o crime aconteceu na madrugada deste…

SOS Transposição: padre Djacy elege RC ‘o porta voz do povo sofrido”

Padre sertanejo, conhecido por seu envolvimento nas causas sociais, sobretudo na luta pela água para a região Nordeste, o pároco Djacy Brasileiro também está engajado na campanha encabeçada pelo ex-governador…