No último domingo, 12 de maio, o Arcebispo Dom Delson celebrou o Sacramento da Crisma na Paróquia Santa Júlia, que fica localizada no bairro da Torre, na Capital. Dentre os crismandos haviam dez surdos que foram preparados pela Pastoral dos Surdos da Paróquia. Toda a catequese foi realizada pelas catequistas Mirian Barreto, Benedita e Carlene, que ao longo do ano passado utilizaram uma metodologia própria usando a Língua Brasileira de Sinais (Libras) para preparar esses jovens.  

Para que se realize o Sacramento da Crisma se faz necessário que os jovens passem por o momento da confissão, sendo assim, o Padre Roberto Couras que é interprete de Libras, realizou a confissão dos dez jovens. “Tenho especialização e Mestrado em Libras e desde 2002 sou intérprete da Língua de Sinais. Minha monografia em Teologia tratou da importância da Libras para evangelizar surdos. Essa foi minha primeira confissão na língua de sinais e foi um momento emocionante, único e cheio de graça”, disse o Padre Roberto Couras. Na Arquidiocese da Paraíba temos dois padres intérpretes da Língua Brasileira de Sinais, o Padre Roberto Couras e o Padre Cristovão.

""

A intérprete e também crismanda, Catarina, relatou que os jovens ficaram muitos alegres em receber a formação catequética na própria língua. “Eles estavam ansiosos para a chegada do grande dia, em que seriam confirmados com o Sacramento da Crisma e com a Eucaristia. Esta experiência é uma maneira de inclusão que a Igreja Católica contribui para uma sociedade acolhedora e fraterna”, disse Catarina.

""

O Pároco da Igreja de Santa Júlia, o Padre Marcondes Menezes, afirmou que foi um momento de muita emoção para ele e todos os presentes. “Eu sempre tive a preocupação com o processo de inclusão. Quando cheguei na Paróquia já existia a Pastoral dos Surdos e começamos a apoiar cada vez mais o trabalho que eles faziam. Inclusive, nós já temos um jovem que foi crismado e já se tornou Ministro da Eucaristia. A celebração da Crisma no domingo foi linda e emocionante”, declarou o Padre Marcondes.

""

O Arcebispo Dom Manoel Delson falou da experiência em realizar a Crisma para esses jovens e a importância da inclusão dentro do processo de evangelização na Arquidiocese da Paraíba. “A acolhida aos irmãos surdos, como aos irmãos que tenham qualquer deficiência, precisa ser observada sempre pela Igreja. Eu tenho um irmão surdo, mas nossa comunicação não é necessariamente em libras, pois, quando crianças, não tínhamos acesso, então criamos uma linguagem muito própria da família. Ao longo da minha vida sacerdotal e episcopal já ministrei sacramentos a pessoas surdas, mas essa Crisma foi especial, pois além de ser um grupo grande, eu pude falar em libras com eles. Com a ajuda da professora, pude falar várias vezes diretamente com eles, especialmente nos momentos da renovação das promessas do batismo. Foi muito emocionante e fico muito feliz com o trabalho dos nossos sacerdotes aqui na nossa Arquidiocese”, disse o Arcebispo Dom Delson.

""

""

 

 

 

Assessoria de Imprensa e Comunicação da Arquidiocese da Paraíba

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Homem morre após acidente com duas motos e um caminhão na PB

Em mais um acidente de trânsito, um homem morreu, na manhã desta quinta-feira (22), na BR-230, na cidade do município de Bayeux e entrada para João Pessoa. O acidente envolveu…

PMJP tem 120 dias para justificar excesso de contratações temporárias, diz TCE

As contas da Prefeitura Municipal de João Pessoa, relativas ao exercício de 2014, foram aprovadas, à maioria, pelo Tribunal de Contas do Estado, em sessão ordinária na manhã desta quarta-feira…