Nesta segunda-feira (13), o Conselho Regional de Medicina (CRM-PB) interditou o trabalho dos médicos na UPA de Cruz das Armas.

A medida aconteceu após uma fiscalização na unidade de saúde que constatou várias irregularidades que impedem o trabalho dos médicos.

A interdição passa a valer a partir da meia-noite desta terça-feira (14).

De acordo com informações do CRM, foram constatadas falta de segurança, risco de agressão a médicos e à equipe de enfermagem, falta de insumos, como medicamentos, escala médica incompleta e não atendimento à notificação do CRM.

A prefeitura teve um prazo de 10 dias para regularizar a situação mas não solucionou os problemas.

"Algumas médicas, inclusive, estavam levando os seus maridos para tomarem conta delas por causa do risco de serem agredidas", disse o diretor de fiscalização do CRM, João Alberto.

""

PB Agora


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PL de Ruy amplia acessibilidade às praias para pessoas com mobilidade reduzida

O deputado federal Ruy Carneiro apresentou um novo projeto em favor das pessoas com deficiência física, promovendo mais inclusão e qualidade de vida. Desta vez, o parlamentar paraibano é autor…

Bruno avisa que com ou sem o apoio de Romero será candidato à PMCG

Com status de secretário, o chefe de gabinete da Prefeitura de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (sem partido) voltou a confirmar sua postulação à sucessão municipal na Rainha da Borborema…