Por pbagora.com.br

Subiu para nove o número de cidades em situação de emergência em decorrência das chuvas que atingem os Estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina nos últimos dias. Nos dois Estados há registro de mais de 10 mil pessoas fora de suas casas em devido aos temporais.

 

Em Santa Catarina, os temporais atingiram 29 municípios danificando 4.490 residências. A Defesa Civil informou que as cidades de Antônio Carlos, Biguaçu, Chapecó, Dona Emma, Governador Celso Ramos e Santa Rosa do Sul decretaram situação de emergência e o número de pessoas afetadas pode chegar a 40 mil.

No último balanço divulgado pela Defesa Civil, no início da tarde de hoje, havia registro de 3.878 pessoas fora de suas casas devido às chuvas e ventanias dos últimos dias, dessas, 2.746 são desabrigados e 1.132 são desalojados.

Segundo informações da Defesa Civil, o vendaval que atingiu Santa Catarina nesta madrugada pode ter sido provocado por um tornado. Foram registrados ventos de até 142,5 km/h em Caíbi e 82 km/h km em Araranguá.

Já no Rio Grande do Sul, as ventanias atingiram 17 cidades e fez três decretarem situação de emergência. Segundo a Defesa Civil Estadual, as cidades mais atingidas são Mato Leitão, Venâncio Aire e Tabaí.

Ainda de acordo com a Defesa Civil, cerca de 6.500 pessoas deixaram suas casas em decorrência das últimas tempestades. Do total, 4.000 são desalojados e 2.500 desabrigados. Também há registro de cerca de 4.000 casas danificadas.

Ontem, um homem morreu e dois desapareceram na região serrana do Rio Grande do Sul, em decorrência do temporal. Rodrigo Monteiro, 34, teve sua caminhonete arrastada ao tentar atravessar uma ponte na região da Cascata do Caracol, em Canela. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu.

Os outros dois homens que estão desaparecidos tentavam cruzar, em um caminhão, uma ponte na região da barragem do Salto, em São Francisco de Paula. O veículo foi arrastado pela enxurrada e os dois ocupantes do veículo sumiram. As buscas continuam nesta segunda-feira.

Já no Paraná, as ventanias atingiram cinco cidades. Segundo a Defesa Civil Estadual, Ibiporã, na região norte do Estado, foi um dos municípios mais atingidos, com 100 residências afetadas e 2 pessoas levemente feridas.

Em Pato Branco, há registro de 20 casas danificadas. Também há registro de danos a residências de Curitiba e Piraquara. Em Londrina, seis casas tiveram danos deixando 120 pessoas afetadas.

Previsão

A semana começa com temporais isolados no Sul do país, especialmente entre o norte e litoral de Santa Catarina e o Paraná, de acordo com o Cptec (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos), do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

No norte e nordeste de Santa Catarina poderá ter grande quantidade de chuva. Pode chover forte no Paraná. A temperatura deve cair no Rio Grande do Sul.

 

Folha

Notícias relacionadas

Vacinados nos Estados Unidos não precisam mais usar máscaras

Os americanos totalmente vacinados — aqueles que receberam as duas doses do imunizante — contra a covid-19 não precisarão mais usar máscaras ao ar livre ou em locais fechados, anunciou…