Por pbagora.com.br

O número de desempregados no Reino Unido chegou, no final de fevereiro, a 2,1 milhões, o mais alto desde fevereiro de 1997, segundo os dados fornecidos nesta quarta-feira (22) pelo Escritório Nacional de Estatísticas (ONS).

 

O número de desempregados entre os meses de dezembro e fevereiro subiu 177 mil pessoas, 9% a mais que entre setembro e novembro, o que representa o aumento trimestral mais forte desde 1991.

 

Este índice de desempregados, que inclui os que se beneficiam do seguro desemprego e os que não, equivale a 6,7% da força de trabalho do Reino Unido, segundo a ONS.

 

Enquanto isso, o número de pessoas que recebem o seguro desemprego aumentou em 73.700 no mês passado – a 13ª alta mensal consecutiva – até alcançar 1,46 milhão de pessoas, o número mais alto desde setembro de 1997.

 

Aumento da dívida e do déficit
O governo da Grã-Bretanha anunciou ainda, pouco antes da apresentação do orçamento 2009-2010, outros dados negativos sobre a economia do país, com o aumento da dívida e do déficit públicos.

 

A dívida pública britânica subiu de 43,1% a 50,9% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2008-2009, e o déficit público alcançou, no mês de março, o valor recorde de 28,4 bilhões de libras, muito acima do previsto.

G1

 

Deixe seu Comentário