Por pbagora.com.br

A polícia iraquiana capturou nesta sexta-feira mais um dos 16 prisioneiros –incluindo cinco com vínculos à rede terrorista Al Qaeda– que fugiram da prisão em Tikrit, 150 km ao norte de Bagdá, na quarta-feira passada (23). Os agentes já haviam recuperado, nesta quinta-feira, três dos fugitivos.

As agências de notícias apresentam duas versões sobre a fuga. A Reuters diz que os prisioneiros escaparam por uma janela do banheiro em uma cela improvisada. a agência Associated Press diz que eles escalaram um duto de ventilação e que a polícia descobriu a fuga ao fazer a ronda diária e ver que a tampa do duto estava aberta.

O fugitivo capturado nesta sexta-feira foi encontrado em Samarra, ao norte de Bagdá.

Um dos fugitivos recuperados pela polícia foi identificado como Waleed Ayash, que foi condenado a cinco penas de morte por atividades terroristas.

Tikrit suspendeu na manhã desta sexta-feira o toque de recolher imposto para tentar conter a fuga dos prisioneiros, apesar do número de postos de checagem da polícia ter aumentado em relação ao dia anterior.

A fuga levantou ainda mais dúvidas sobre a capacidade das forças de segurança iraquianas de manter a segurança no país com a saída das tropas americanas, previstas para até o fim de 2011. O sistema penitenciário iraquiano é superlotado e conhecido como solo fértil para recrutamento de terroristas.

Um comitê especial foi criado para investigar a fuga e diversos policiais foram demitidos, afirmou uma fonte policial, em condição de anonimato. Há a hipótese de que os prisioneiros obtiveram ajuda de agentes.

 

Folha