Um piloto australiano conseguiu fazer um bem sucedido pouso de emergência na água com um pequeno avião com cinco passageiros nesta sexta-feira (6) em Darwin, no norte da Austrália. A aeronave teve problemas técnicos logo depois da decolagem.

O incidente lembrou o dramático pouso do Airbus 320 no Rio Hudson, em Nova York, em 15 de janeiro .

Em Darwin, o avião acabou indo parar em um banco de areia. As seis pessoas que estavam a bordo conseguiram sair e caminhar na água até chegar à praia em segurança.

Autoridades elogiaram a ação do piloto, Steve Bolle. "Ele fez um trabalho brilhante. Ele salvou sua vida e as dos passageiros", disse o superitendente de emergências da região, Rob Farmer.

O avião pertencia à empresa de informática CSG. Bolle estava levando funcionários da companhia a uma comunidade remota a 500 km a leste de Darwin, onde eles iriam fazer serviços de manutenção da rede de computadores de uma escola, de um hospital e da polícia.

O diretor da empresa, Dennis Mackenzie, disse à TV australiana que os funcionários estão bem.

 

Ele também informou que, segundo o piloto, um dos motores teria falhado. Ele então concluiu que não conseguiria conduzir o avião de volta ao aeroporto e decidiu pousá-lo no mar.

Equipes de emergência tentavam remover o avião, que ficou parcialmente submerso, antes da virada da maré.
 

O caso está sendo investigado pelo Comitê de Segurança do Transporte Aéreo da Austrália.

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário