Por pbagora.com.br

O Papa Bento XVI visitou nesta terça-feira (12) em Jerusalém o Muro das Lamentações, local mais sagrado do judaísmo, onde rezou durante alguns minutos e colocou um pedido, como costumam fazer os judeus, nos espaços entre suas antigas pedras.

 

O pontífice, que visitou antes a Esplanada das Mesquitas, leu um salmo em latim, acompanhado de um rabino que o repetiu em hebraico.

 

Depois, se aproximou até as pedras milenares do muro e colocou um papel com seu pedido, ficando no local por vários minutos sozinho e em silêncio, rezando diante do único vestígio do que foi o templo de Jerusalém.

 

 

Esta é a segunda vez que um papa visita o recinto sagrado judeu. João Paulo II, antecessor de Bento XVI, esteve no local em 2000, durante sua peregrinação à Terra Santa por ocasião do Jubileu da Igreja Católica.

 

G1

Deixe seu Comentário