Vários “excluídos” tomaram as ruas da Capital, principalmente nas proximidades da Praça dos três poderes para realizar mais uma edição do Grito dos Excluídos.

Fazendo bastante barulho, o grupo resolveu realizar uma parada em frente ao Palácio da Redenção para aclamar o tema da edição de 2009 “Vida em primeiro lugar – a força da transformação está na organização popular”.

Sem dá nenhuma explicação, os funcionários do Palácio da Redenção decidiram fechar as portas durante a passagem do grupo.

Desde às 13h, com concentração organizada na Lagoa do Parque Sólon de Lucena, manifestantes realizam a passeata pela Capital. O percurso programado era a Praça dos Três Poderes.

O evento ainda agrega a chegada da marcha estadual do MST à capital paraibana por reforma agrária e contra a violência no campo
 

 

 

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário