A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Maior coleção de cérebros humanos do mundo gera debate ético na Dinamarca

Universidade dinamarquesa abriga coleção de 9.479 cérebros humanos preservados em formol, retirados durante autópsias de pacientes mortos em instituições psiquiátricas entre 1945 e 1980. A coleção é considerada a maior desse tipo no mundo e é usada para pesquisas científicas, após o Conselho de Ética dinamarquês permitir seu uso.

A coleção é mantida em um porão isolado na Universidade do Sul da Dinamarca, em Odense. Embora sua existência tenha sido objeto de rumores ocasionais, a coleção incomum não fazia parte da consciência coletiva dinamarquesa até que seu plano de mudança para a universidade em Odense a expôs completamente.

A questão ética e os direitos dos pacientes foram bastante debatidos. Alguns especialistas dizem que a coleção facilitou o estudo de muitas doenças, incluindo demência e depressão. No entanto, a coleção também trouxe à tona o debate sobre o estigma da doença mental e a falta de direitos dos pacientes em épocas passadas.

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe