Por pbagora.com.br

O campeão dos meio-pesados do UFC, Jon Jones, revelou que acredita na possibilidade de enfrentar o brasileiro Anderson Silva nos octógonos, apesar do confronto já ter sido descartado pela organização do evento após a derrota de Spider para Chris Weidman.  

“Tudo que Anderson Silva tem que fazer é vencer sua próxima luta contra Chris Weidman, no UFC 168, de forma decisiva. O interesse continua existindo. A superluta ainda está valendo. Nunca tive muita vontade de enfrentar Anderson Silva, para ser honesto. Sabia que essa luta poderia acontecer, mas eu nunca tive qualquer desejo de ser o único a vencê-lo ou qualquer coisa assim”, disse Jones.

Jon Jones também comentou a derrota de Anderson para Weidman em julho. O norte-americano estava presente no evento e assistiu de perto a derrota do brasileiro.
“Assistir ao UFC 162, quando Anderson foi nocauteado em cerca de cinco minutos foi uma loucura. Só de estar lá e presenciar algo assim é insano. Ver um grande campeão e um legado inteiro acabar daquela forma foi humilhante. Me fez ver que isso pode acontecer com qualquer um. Você tem que levar tudo e todos a sério, e você tem que respeitar o esporte. Mas, ao mesmo tempo, ainda acredito que Anderson pode voltar. Ele ainda é o melhor, mas perdeu”, comentou.

Jon Jones defende o título dos meio-pesados no próximo dia 21 de setembro, na luta principal do UFC 165. O norte-americano enfrenta o sueco Alexander Gustafsson, no Canadá. Já Anderson Silva tem a chance de recuperar o cinturão dos médios na revanche contra Chris Weidman, no UFC 168, dia 28 de dezembro, em Las Vegas (EUA).

PB Agora com Lancenet