A Paraíba o tempo todo  |

HORROR: modelo confessa que arrancou testículos de jornalista

O modelo português Renato Seabra, 20 anos, confessou ter torturado e castrado o colunista social Carlos Castro, 65 anos, encontrado morto em um hotel de Nova York, nos Estados Unidos. A informação foi publicada nesta segunda-feira (10) pelo jornal New York Post.

Seabra, que está internado em um hospital psiquiátrico, relatou detalhes grotescos do crime. Ele disse à polícia que cortou os testículos com um abridor de garrafas, enquanto torturava lentamente a vítima.

Antes de imobilizar o jornalista, o modelo teve uma forte discussão com Castro. Ele teria dito que “não era gay” e que estaria apenas usando a relação com o jornalista em seu próprio interesse.

Segundo fontes ouvidas pelo New York Post, os dois mantinham um caso desde outubro do ano passado e estariam passando férias nos EUA.

Modelo perfurou olho de jornalista

Seabra contou que espancou Castro, que ficou inconsciente após ser atingido na cabeça por um monitor de computador.

O modelo então usou um abridor de garrafas para mutilar o jornalista. Antes de cortar os testículos da vítima, ele perfurou o olho de Castro com o acessório.

Após a mutilação, Seabra tomou banho e vestiu um terno. Minutos depois, cortou os pulsos. Segundo o jornal, o modelo então tomou um táxi e foi buscar ajuda em um centro hospitalar.

 

 

Folha online

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe