Por pbagora.com.br

Um homem armado mantém cinco reféns dentro de um avião no Aeroporto Internacional Sangster em Montego Bay, na Jamaica, desde a madrugada desta segunda-feira. Todos são integrantes da equipe de bordo da companhia área CanJet. As informações foram divulgadas pela CNN.

Durante a noite, ele libertou duas pessoas que também eram mantidas reféns. Todos os 169 passageiros já foram soltos e não sofreram ferimentos. O vôo deveria seguir até Halifax, no Canadá, quando foi invadido pelo seqüestrador.

O primeiro-ministro jamaicano Bruce Golding, juntamente com os ministros de segurança nacional e informações, viajaram de helicóptero até o aeroporto para supervisionar as negociações. Ainda segundo a CNN, a exigência do seqüestrador é voar até Cuba.

Um oficial de governo da Jamaica garantiu que a ação do homem não é um ato de terrorismo. "O seqüestro não é nada além de um jovem com problemas mentais e não deve ser tratado como um assunto de preocupação internacional", disse o ministro da Informação, Daryl Vaz. "Graças a Deus, não há passageiros feridos". 
 

 Terra

Deixe seu Comentário