Por pbagora.com.br

As fortes chuvas que atingem a China fizeram com que a Represa das Três Gargantas, a maior obra do tipo no Mundo, situada no centro do país, alcançasse um caudal (fluxo ou vazão) de entrada de 70 mil metros cúbicos de água por segundo, superando o recorde histórico de 1998, segundo a agência oficial Xinhua.

"O caudal máximo é alto, mas não excede a capacidade projetada de 100 mil metros cúbicos de água por segundo. A represa pode superar o desafio com facilidade", garantiu Cao Guangjing, presidente da companhia que administra a represa.

Com o objetivo de evitar o acúmulo, a represa abriu suas comportas para evacuar até 40 mil metros cúbicos de água por segundo. Espera-se que o nível das águas alcance um máximo de 175 m de altura, um número ao qual nunca tinha chegado antes e que representa o primeiro grande teste na obra desde que entrou em pleno funcionamento, em 2008.

Até o momento, o recorde pertencia ao ano de 1998, com 50 mil metros cúbicos, em temporada de chuvas muito intensas na qual morreram 4.150 pessoas no centro e sul do país e que obrigou a evacuação de mais de 18 milhões de residentes.

Por outro lado, todos os serviços de ferry dentro da represa foram cancelados, e a estrada paralela ao rio só se mantém aberta para o transporte de mercadorias. A Represa das Três Gargantas, que teve construção iniciada em 1993 mas foi sugerida por Mao Tsé-tung nos anos 50, foi construída para responder à crescente demanda energética do delta do Yang Tsé (Xangai e arredores), a cabeça do desenvolvimento econômico chinês, e reduzir as inundações e cheias estacionais do maior rio asiático.

Terra