A Paraíba o tempo todo  |

Filipinas prende suspeito de matar político após foto

MANILA – O homem que foi captado em uma fotografia enquanto apontava uma arma para um vereador assassinado diante de sua família foi preso no lugar onde se escondia no norte das Filipinas, informou nesta sexta-feira, 7, a polícia local.

A vítima, Reynaldo Dagsa, da cidade de Caloocan, nas proximidades de Manila, captou a imagem do indivíduo quando retratava sua mulher, filha e sogra, que posavam sorridentes para a câmera na véspera do ano-novo. A polícia ainda capturou um segundo homem armado e outro cúmplice, também envolvidos no caso.

O chefe policial da província de Isabela, Jimmy Rivera, disse que o suspeito Arnel Buenaflor foi detido na noite de ontem em uma casa no povoado de Aurora, 270 quilômetros ao norte de Manila. Rivera mostrou à imprensa um gorro de beisebol que tinha um distintivo azul e vermelho que a polícia confiscou de Buenaflor e afirmou que era o mesmo que o suspeito usava na foto.

Buenaflor havia sido liberado sob fiança, após ser acusado de roubo em um caso anterior. A polícia informou que ele admitiu ter disparado contra o prefeito, disse o chefe de polícia da cidade de Caloocan, Jude Santos. Buenaflor afirmou que o vereador, que tinha fama de duro com os delinquentes, tinha "mão dura" para suspeitos como ele, segundo Santos.

Foto cedida pela família à polícia das Filipinas mostra assassino de Dagsa. 

""

 

A polícia obteve a fotografia com a família de Dagsa, o que facilitou as buscas que conduziram aos autores do crime. O jornal filipino Daily Inquirer difundiu na terça-feira a foto pela primeira vez. Buenaflor fez quatro disparos no peito de Dagsa, enquanto um segundo envolvido, que não aparece na foto, fez outro por trás da vítima, mas errou, segundo a polícia. A família de Dagsa disse não ter percebido os disparos por causa do barulho no lugar pelas festas de ano-novo.

Santos disse que Buenaflor foi detido em um quarto alugado no norte filipino, após a polícia de Isabela recuperar um telefone celular de uma amante do detido. Aparentemente, o celular caiu no ônibus em que o casal usou para escapar de Manila. Santos disse que a mulher está sendo interrogada para se apurar a ajuda dela para ele se esconder. As informações são da Associated Press.

Estadão

 

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe