Por pbagora.com.br

 Duas cantoras do grupo japonês AKB48 ficaram feridas após serem atacadas por um homem com um serrote durante um evento no Japão. Anna Iriyama, de 18 anos, e Rina Kawaei, de 19, tiveram cortes nas mãos e na cabeça. As duas participavam de um encontro com fãs do grupo e foram agredidas junto a um membro da equipe, que tentou defendê-las. Os três foram levadas para o hospital em Takizawa na noite de domingo e já foram liberados na manhã de segunda.

"Nós deixamos vocês preocupados, mas já estamos voltando para Tóquio. Muito obrigada", disse Rina, em coletiva de imprensa ao deixar o hospital. A dupla foi atacada durante um evento para fãs. Segundo testemunhas, um homem tirou uma serra dobrável da jaqueta e correu em direção às duas.

A polícia japonesa prendeu Satoru Umeta, de 24 anos, apontado como o autor das agressões. Ele responderá por tentativa de assassinato. Umeta, que está desempregado, disse aos investigadores que não é fã do grupo e que queria apenas matar pessoas aleatoriamente.

O show que o grupo faria na noite desta segunda foi cancelado. Fundado em 2006, o AKB48 é um dos maiores grupos de meninas do Japão em popularidade e tamanho – começou com 48 integrantes, número que aumentou para 120 garotas escolhidas por concurso. No palco, elas se revezam na função de cantar e dançar. O AKB48 tem versões na Indonésia, China e Tawain.

O grupo já tinha ganho as páginas do jornais do resto do mundo no ano passado, quando uma de suas integrantes, Minami Minegishi, quebrou as regras impostas pelos empresários do AKB48 e foi flagrada após passar a noite com o namorado. Como pedido de desculpas aos fãs, ela raspou a cabeça e gravou um vídeo se dizendo envergonhada, acendendo o debate.

Globo.com