Quem é fã da série ‘Um Maluco no Pedaço’, estranhou quando a atriz Janet Hubert-Whitte, que retratava a tia de Will, sumiu na quarta temporada, sendo substituida por Daphne Maxwell Reid.

Mas após 28 anos, finalmente Will Smith quebrou o silêncio e comentou o caso.

""

De acordo com vários relatos, Hubert tem uma rivalidade grande com Will Smith. Dizem que sua atitude levou à violação e, depois, à rescisão do contrato após a terceira temporada.

""

Posso dizer de forma direta que Janet Hubert queria que o show fosse ‘Uma Tia Vivian do Pedaço’ porque sei que ela vai falar mal de mim na imprensa”, disse ele.

""

Ela basicamente passou de 250 mil dólares por ano para nada. Ela está brava agora, mas ela ficou louca o tempo todo. Ela disse uma vez: ‘Sou atriz há 10 anos e esse punk narigudo vem e ganha um show só dele’. Não importa o que, para ela eu sou apenas o anticristo”, continuou o ator.

Stand-up polêmico

Outro ator, Alfonso Ribeiro, que interpretava o carismático Carlton Banks, fez um pronunciamento pesado sobre a atriz durante o seu stand-up comedy.

""

Basicamente, no fim das contas, a vaca era maluca. Ela ficou louca! Houve dias em que estávamos todos no set e ela começava a atacar as pessoas. Chegou ao ponto em que, durante a segunda temporada, fomos obrigados a dizer ‘Isso é inaceitável’. Enquanto fazíamos a série, nós nos sentíamos como uma família … Ela, naquele momento, arruinou isso. E ela tornou muito difícil para nós trabalharmos. Nesse ponto, infelizmente ela foi despedida. Eles trouxeram Daphne Maxwell-Reid, que nós absolutamente amamos, e seguimos em frente”.

O que você achou? Não esqueça de deixar a sua opinião nos comentários!

 

 

 

 

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Plácido Domingo é hospitalizado por complicações do coronavírus

O cantor de ópera Plácido Domingo foi hospitalizado no México devido complicações do novo coronavírus. O artista havia revelado o diagnóstico positivo para a covid-19 na semana passada numa rede…

Passa de 730 mil o número de infectados no mundo por novo coronavírus

Passa de 732 mil o número de infecções pelo novo coronavírus e de 34 mil o número de mortes em todo o mundo, segundo a universidade americana Johns Hopkins até…