Por pbagora.com.br

O empate contra o Botafogo-RJ no Estádio Almeidão pelo jogo de ida da primeira fase da Copa do Brasil não foi lamentado pelo elenco e pela comissão técnica do Botafogo-PB. A equipe paraibana conseguiu se impor em campo e foi melhor na partida na maior parte do confronto. No primeiro tempo o Belo fez 1 a 0, mas acabou sofrendo a virada logo no início da etapa complementar. O empate veio com Rafael Oliveira aos 30 minutos. Para o volante Zaquel, o resultado de 2 a 2, que garantiu a viagem do elenco ao Rio de Janeiro, pode ser considerado bom para o time paraibano.

– Você sair na frente do placar, depois de tomar gols e conseguir reagir contra um time bom como o Botafogo do Rio de Janeiro tem que ser comemorado. Eles têm aquele que é considerado melhor goleiro do brasil que é o Jefferson. Agora temos que descansar para buscar a classificação fora – disse o volante.

Zaquel foi um dos melhores jogadores da equipe de João Pessoa na partida. Além de ter coordenado o início das jogadas ofensivas, o atleta foi deslocado para uma marcação individual em Jobson, depois que o Botafogo-RJ virou o placar no segundo tempo, e conseguiu parar bem o atacante. Ele ainda protagonizou a jogada mais polêmica da partida, quando o árbitro potiguar Pablo Ramon Gonçalves assinalou erroneamente um pênalti para o clube carioca, indicando que o volante havia colocado a mão na bola. Para Zaquel, o lance não foi pênalti.

– Eu acho que o árbitro errou. Ele acabou aceitando a reclamação dos atletas do Botafogo-RJ e deu no grito. Mas ele é um ser humano e tem o direito de errar. Infelizmente foi contra nós – lamentou o jogador.

Agora o pensamento do Botafogo-PB já está direcionado para outro alvinegro. O Belo volta as suas atenções para a partida deste domingo pelo Campeonato Paraibano, diante do Treze, em Campina Grande. E o intuito de Zaquel é retribuir a “gentileza” que o Galo fez no primeiro jogo entre as equipes na temporada.
– Domingo é clássico. E como já dizia os antigos, em clássico pode acontecer tudo. Espero que a gente possa retribuir o que eles fizeram com nós aqui em João Pessoa e que a gente consiga vencer lá na casa deles – finalizou.

 

 

GEPB

Deixe seu Comentário