Mesmo com a vitória por 2 a 1 fora de casa, o técnico Tite prega cautela para a partida do Internacional diante do Guarani, às 21h50m (de Brasília) desta quarta-feira, pela Copa do Brasil. Em entrevista coletiva nesta terça, o treinador usou como exemplo o jogo de ida com o União-MT, na fase anterior, para exemplificar que a competição pode ser traiçoeira para os grandes clubes. O time colorado perdeu por 1 a 0 naquela ocasião.

– Erramos contra o União, que conseguiu o resultado no jogo de ida. É uma competição que exige mobilização muito grande. São jogos de 180 minutos, e a margem de erro tem que ser muito pequena – disse o treinador, também lembrando a derrota do Fluminense para o Águia-PA por 2 a 1.

Apesar de Nilmar não ter participado normalmente do trabalho desta terça, Tite espera contar com o atacante para a partida. Após o jogo de domingo, contra o Caxias, o jogador saiu de campo com dores no tornozelo.

– Nós temos 21 jogadores concentrados. O Nilmar ainda vai passar por uma revisão médica, mas possivelmente joga. Se não der para ele, vai entrar o Alecsandro sem problema algum – avisou.

 

Tite deverá colocar em campo: Lauro; Bolívar, Índio, Álvaro e Kleber; Sandro, Magrão, Guiñazu e D’Alessandro, Taison e Nilmar. Também estão relacionados para a concentração: Michel Alves, Danny Morais, Rosinei, Alecsandro, Marcelo Cordeiro, Danilo Silva, Glaydson, Giuliano, Andrezinho e Talles Cunha.

 

Bolívar

O lateral-direito colorado Bolívar está próximo de deixar o Beira-Rio na janela de transferências do meio do ano. Porém, Tite ressalta o fato de que o jogador quer permanecer no Inter:

– O Bolívar quer ficar, ele se sente feliz aqui. O clube se sente feliz com ele, e o técnico quer contar com ele. Espero que isso tenha um desfecho feliz para todos.

 

globoesporte.com

Deixe seu Comentário