Tiago Nunes chegou a pedir 1 milhão e cem mil reais por mês para dirigir o Corinthians, mas acabou chegando a salário compatível com as intenções de Andrés Sanches.

Ele chegará ao Corinthians com quatro auxiliares, mas o técnico está disposto a cumprir o compromisso de dirigir o Athletico até o fim do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro ainda insiste que ele venha já. Na reunião que o treinador teve ontem com Mário Celso Petraglia, em Curitiba, ficou claro que a decisão já está tomada.

Uol

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Atleta comenta efeitos do adiamento das Olímpiadas: “Logicamente nos traz prejuízos”

Os Jogos Olímpicos de Tóquio no Japão, previstos para começarem no dia 24 de julho, foram adiados por conta da pandemia de Covid-19 (novo coronavírus), devem ocorrer só em julho…