Por pbagora.com.br

 O técnico do Campinense Leandro Machado, avaliou como positivo o resultado conquistado domingo `a noite diante do CSP no estádio O Almeidão em João Pessoa. O empate em 1 x 1 com o Tigre manteve a Raposa próxima do líder Sousa, podendo reassumir a liderança do Campeonato Paraibano já na próxima rodada. Leandro Machado disse que o time passou 15 dias parado, foi valente e teve personalidade para pressionar o adversário e sair de campo com um resultado positivo.

O jogo foi bastante movimentado no Estádio Almeidão. Leandro marcou o gol do CSP enquanto que o o volante rubro-negro Danilo Portugal, de fora da área, aos 40 minutos do segundo tempo, igualou o placar.

Com oito jogos cada, CSP e Campinense seguem na cola do líder Sousa, que tem 19 pontos em nove partidas disputadas. O Tigre pessoense é segundo colocado com 18 pontos, seguido pela Raposa, com 16.

Na próxima quinta-feira (20), o Campinense recebe o Sousa, no Amigão, em Campina Grande. Antes, na quarta, no Almeida Filho, o CSP encara o Santa Cruz-PB. As partidas são válidas pela 10ª rodada.

O jogo

O CSP começou a partida a todo vapor. Logo aos dois minutos, o artilheiro Leandro aproveitou rebote na área raposeira e fuzilou para as redes, abrindo o placar.

A Raposa sentiu o gol mas conseguiu tocar a bola e controlou as ações da partida.

Na segunda etapa o panorama não mudou. O Campinense tinha as ações da partida e buscava o empate. E o rubro-negro teve a vida facilitada aos quatro minutos. Após confusão com Talysson, o atacante Leandro foi expulso, deixando o CSP com um a menos. O CSP aguentava o sufoco e subia ao ataque nos contragolpes. Aos 38, Robertinho desperdiçou a chance de matar a partida. Na pequena área, sem goleiro, o atacante tocou de canhota.

O castigo veio três minutos. Depois de cruzamento na área pessoense, a bola sobrou para Danilo Portugal, na meia-lua. O volante bateu para o gol e o goleiro Ferreira aceitou. Era o empate do Campinense.

No final da partida, o lateral direito da Raposa, Zé Leandro, reclamou do árbitro Éder Caxias e foi expulso.

PBAgora