A briga no “tapetão”. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) já recebeu a denúncia do Alvinegro potiguar e deu prazo de dois dias para que o Departamento de Competições da CBF e o Galo da Borborema se manifestem sobre a situação do treinador ao assumir o time paraibano na Terceirona. O ABC alega que Celso cometeu irregularidade ao comandar o Treze à beira do campo na partida diante do Confiança, pela 17ª rodada da competição nacional, e, por isso, pleiteia que o clube paraibano seja punido com perda de pontos e o consequente rebaixamento.

Após o encerramento da primeira fase da Série C do Campeonato Brasileiro, que aconteceu no último sábado para o Grupo A, o ABC logo notificou o STJD por suposta irregularidade do técnico Celso Teixeira. A denúncia do clube de Natal se baseia no fato de o treinador ter sido suspenso por três partidas e, assim, não ter podido comandar a equipe paraibana nos três jogos finais da Terceirona.

O ABC se baseia no Regulamento Geral das Competições 2019, pede um tratamento igual entre técnicos de futebol e jogadores e argumenta que o Treze infringiu o artigo 214 do Código Brasileiro da Justiça Desportiva (CBJD), que tem como possível pena a perda de seis pontos. No último sábado, Celso Teixeira não esteve à beira do gramado no comando do Treze, na partida contra o Botafogo-PB. O Treze teria sido notificado pelo STJD quanto a esse recurso do ABC.

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Palmeiras vence Fortaleza e chega à 4ª vitória seguida com Mano Menezes

O Palmeiras segue firme na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time comandado por Mano Menezes visitou o Fortaleza, na Arena Castelão, e voltou para casa com…