Técnico do SP Crystal vê a necessidade do time jogar bem mais ofensivo diante do Nacional e define tática

 

Tendo que vencer por uma diferença de dois gols para chegar a final e consequentemente a Série A do Estadual/2018 o São Paulo Crystal pretende entrar com campo disposto a tudo ou nada, contra o Nacional de Patos. Quem garante é o treinador Maia, que tem a obrigação de fazer gols e não levar para não atrapalhar o planejamento e deixar o campo com a vaga na final da Segundona do Paraibano.

 

Disposto a jogar com até três atacantes, o ex-técnico do Auto Esporte é só otimismo e confiança para vencer o desafio contra os patoenses. “Falo aos jogadores que não tem nada perdido, afinal, futebol se ganha dentro das quatro linhas e após o apito do árbitro. Quem precisa deve atacar e não dar espaço ao adversário, coisa básica no futebol. Será um jogo da vida de todos que fazemos o São Paulo, contra um concorrente forte, mas que a união estará presente em todos os momentos”, avaliou.

 

O comandante do Tricolor paraibano falou que torcia para que o jogo de volta fosse realizado no Carneirão para que o torcedor de Cruz de Espírito Santo tivesse condições de prestigiar o time da casa. “Infelizmente não deu e temos que encarar o que foi determinado pela Justiça. O apoio em casa seria importante, mas o campo será neutro e ganha quem for melhor em campo. Espero que seja o São Paulo”, avaliou.

 

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente do Campinense promete time forte para 2020

Oficialmente eleito presidente do Campinense, Paulo Gervany predente montar um time forte para a temporada 2020. Candidato único ao cargo máximo do clube, o dirigente precisou apenas de um pleito…