A Seleção brasileira entra em campo às 16h desta terça-feira (18) em Valenciennes, contra a Itália, pela terceira rodada da Copa do Mundo Feminina. Em jogo, está o futuro da equipe na competição. Vitória ou empate classifica o Brasil para as oitavas de final. Até mesmo a derrota pode garantir a vaga, desde que haja uma certa combinação de resultados. No mesmo horário, Austrália e Jamaica jogam em Grenoble.

Depois da derrota para a Austrália, o Brasil terá outra parada dura pela frente. As italianas estão invictas na competição e venceram os dois jogos anteriores, conquistando a classificação antecipada. E a Seleção terá um desfalque de peso. Suspensa, Formiga não estará à disposição do técnico Vadão. Caso o Brasil seja eliminado, a partida contra a Austrália pode ter marcado a despedida da veterana nas Copas do Mundo. Andressinha será a substituta.

Marta está confirmada no time, mas a própria jogadora não sabe se terá condições de atuar os 90 minutos. A Seleção tem sofrido muito na questão física. As lesões custaram os cortes de nomes como Érika e Adriana. Além disso, muitas das jogadoras não estão 100% fisicamente, casos da própria Marta e de Cristiane. Vale lembrar que foi após a saída das duas (e de Formiga) que o Brasil cedeu a virada para as australianas.

Vinte anos depois da última participação em Copas, as italianas chegaram cotadas como terceira força no grupo. Mas as europeias surpreenderam ao bater a Austrália de virada e confirmaram a classificação com a vitória contra a Jamaica. A seleção se apoia no sucesso de uma liga que está se fortalecendo, inclusive com grandes públicos. Em março deste ano, 39 mil pessoas foram ao estádio Allianz ver Juventus e Fiorentina, pela liga feminina. A Juventus, por sinal, é a base da equipe: foram oito atletas cedidas, incluindo a capitã Sara Gama e craque do time, a meia Barbara Bonansea.

Chances do Brasil se classificar

No Grupo C, a Itália soma 6 pontos, tem de saldo 6 gols e ataque positivo de 7 gols. O Brasil soma 3 pontos, com saldo de 2 gols e ataque positivo de 5 gols. A Austrália soma 3 pontos, saldo de gol zero, e ataque positivo de 4 gols. Já a Jamaica tem zero ponto, saldo negativo de -8 gols e ataque zero. As italianas já estão classificadas para as oitavas de final. Mas as partidas de hoje vão decidir a posição de classificação para a próxima fase. Isso é importante porque define o adversário seguinte.

Mesmo se ficar na terceira posição do grupo, o Brasil se classifica para a próxima fase. Para as brasileiras avançarem na competição, bastaria o empate com a Itália. Mas o Brasil ainda tem chances de classificar em primeiro. Para o Brasil ser primeiro do grupo precisa derrotar a Itália por 2 gols de diferença. E a Austrália não pode golear a Jamaica por 4×0. Se o Brasil classificar em primeiro, pode pegar a Nigéria ou a China. Se classificar em segundo, enfrentará a Noruega. Se classificar em terceiro, enfrentará a França.

Único encontro em Copas terminou com vitória brasileira

Brasil e Itália já se encontraram antes na Copa do Mundo. Foi há vinte anos, em 1999. As duas seleções caíram no mesmo grupo e se enfrentaram no Soldier Field, em Chicago. Na ocasião, o Brasil venceu por 2 a 0, com dois gols da maior jogadora brasileira antes de Marta: Sissi (que terminaria artilheira da competição, com sete tentos).

Redação com CBF

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

SOS: Jogadores do Bahia entrarão em campo com camisa manchada de óleo

Em protesto contra o vazamento de óleo que assola as praias do Nordeste, o Bahia entrará em campo nesta segunda-feira (21) pelo Campeonato Brasileiro contra o Ceará, em Pituaçu, com…

Flamengo vence o Fluminense e abre 10 pontos de vantagem na liderança

Muito superior no primeiro tempo e melhor na etapa final, o Flamengo conseguiu merecida vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense neste domingo, no Maracanã. Bruno Henrique, “o senhor…