Mais uma vez, o Santa Cruz foi guerreiro. E mesmo não apresentando um bom futebol, valeu o lema de não desistir nunca. Com isso, como já está virando praxe nessa Série C, o tricolor conseguiu somar pontos nos últimos minutos. Após estar perdendo por 3 a 1 até os 31 minutos do segundo tempo, os corais com muita luta, e a estrela do atacante Pipico, arrancaram o empate por 3 a 3 com o Globo, no estádio Barretão, em Ceará Mirim.

O artilheiro coral esteve presente nos dois últimos gols pernambucanos, decretando o resultado no último lance da partida, aos 48 minutos do segundo tempo. Com o resultado, chega aos 13 pontos, na 3ª colocação. Dois a mais que o Náutico, 5º colocado e primeiro time fora da zona de classificação às quartas de final. O Timbu, porém, tem um jogo a menos. No sábado, está marcado o Clássico das Emoções, no Arruda.
O jogo
A intenção do técnico Milton Mendes para a partida era a de modificar o mínimo possível a escalação que venceu (e convenceu) na última rodada, diante do Confiança. Porém, aos poucos, o treinador teve que mudar o seu planejamento.

Além de perder o volante Charles, suspenso, e o lateral esquerdo Bruno Ré, lesionado, o comandante coral ganhou um desfalque de última hora, com o atacante Misael sentindo um desconforto muscular no aquecimento. Em seu lugar, a opção escolhida foi Elias Carioca. Uma escolha que se mostraria errada ao longo do primeiro tempo.

A exceção de um cruzamento para Pipico perder uma chance clara logo aos dois minutos, o jovem avançado errou praticamente tudo o que tentou. E foi quase um resumo da atuação coral na primeira metade da partida. Tanto, que essa foi a única vez que a equipe esteve perto de abrir o placar. Apesar de ter mais posse de bola, contra um adversário limitado. Culpa dos muitos passes errados e da falta de criatividade no meio de campo.

Com isso, aos poucos, o Globo passou a gostar do jogo. E aos 31 minutos, abriu o placar após uma falha absurda do sistema defensivo coral que deixou o atacante Bam Bam completamente livre na área. Com liberdade, o atacante só teve o trabalho de tirar do alcance do goleiro Anderson.

Para piorar, nos minutos finais, o lateral esquerdo Carlos Renato deixou o campo, após sofrer uma dura entrada no tornozelo. Forçando Milton Mendes a fazer nova alteração.
Chuva de gols no segundo tempo
Na volta para a etapa final, o técnico tricolor colocou o lateral direito Cesinha para improvisar improvisado pelo lado esquerdo. Porém, não foi a única mudança. Buscando dar mais força na criação ofensiva, o meia Daniel Costa entrou no lugar de Allan Dias.

E com uma postura mais agressiva, o Santa não demorou a empatar o jogo. Logo aos oito minutos, Daniel Costa serviu para Dudu chutar da entrada da área e mandar no canto esquerdo do goleiro Rafael.

Novamente com mais posse, o Santa, dessa vez, passou a trabalhar melhor a bola e explorar mais as laterais de campo, com Augusto e Everton no ataque. Aos 13 minutos após cruzamento de Everton pela direita, Pipico cabeceou com perigo.

Pelo lado do Globo, a única válvula de escape era o rápido atacante Negueba. Aos 23, o avançado chegou a passar por Anderson, que saiu para cortar um lançamento fora da área, mas não conseguiu finalizar em gol. O lance não serviu para alertar a defesa coral. Quatro minutos depois, Negueba aproveitou falha de Marcos Martins na marcação e bateu por entre as pernas de Anderson, deixando os donos da casa mais uma vez a frente do placar.

O Santa sentiu o gol. E aos 33 minutos, o Globo chegou ao terceiro em cobrança de falta de Bam Bam, com colaboração do goleiro Anderson, que entrou com bola e tudo. A derrota parecia sacramentada. Mas o Santa Cruz, mais uma vez, não desistiu. E tinha Pipico.

Aos 39 minutos, o atacante pressionou o volante Ramon, que marcou contra, renovando as esperanças corais. Na súmula, o árbitro Philip Bennett deu o gol para o artilheiro coral. E no último lance do jogo, após a defesa do Globo cabecear para trás, Pipico recebeu na entrada da área, girou e tocou longe do alcance do goleiro Rafael, empatando o jogo. Pelas circunstâncias um ponto para ser comemorado.

supereportes

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Flamengo vence o Fluminense e abre 10 pontos de vantagem na liderança

Muito superior no primeiro tempo e melhor na etapa final, o Flamengo conseguiu merecida vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense neste domingo, no Maracanã. Bruno Henrique, “o senhor…

SOS: Jogadores do Bahia entrarão em campo com camisa manchada de óleo

Em protesto contra o vazamento de óleo que assola as praias do Nordeste, o Bahia entrará em campo nesta segunda-feira (21) pelo Campeonato Brasileiro contra o Ceará, em Pituaçu, com…