O River Plate é o campeão da Recopa Sul-Americana. Após ter perdido para o Athletico-PR no jogo de ida por 1 a 0, a equipe argentina triunfou por 3 a 0, nesta quinta-feira, e ficou com o título. Ignacio Fernández abriu o placar no segundo tempo no Monumental de Núñez, enquanto que Lucas Pratto e Matías Suárez ampliaram a vantagem aos 46min e aos 49min, respectivamente.

Os Millonarios, atuais campeões da Copa Libertadores, conquistam o título pela terceira vez (2015, 2016 e 2019) na história e ficam um atrás do Boca Juniors, que é o maior vencedor. Já o Athletico, que venceu a última Copa Sul-Americana, disputava a Recopa pela primeira vez.

Em desvantagem no confronto, os mandantes finalizaram nove vezes no primeiro tempo, o triplo do que o adversário – a equipe da casa ainda acertou o alvo mais vezes (três a um). Borré chegou a mandar na trave, enquanto que Santos fez algumas boas defesas. Pelo lado visitante, Lucho González exigiu uma intervenção de Armani aos 32min.

Na etapa final, os argentinos foram para cima e buscaram o empate aos 18min, com uma penalidade marcada após o uso do VAR devido a um desvio de Lucho González na área em chute de Pinola. Ignacio Fernández acertou a trave na cobrança e aproveitou o rebote para estufar a rede.

Os donos da casa seguiram no ataque, mas quase viram o adversário marcar aos 34min, quando Armani caiu para fazer boa defesa em conclusão de Renan Lodi de fora da área.

Aos 45min, um minuto após os brasileiros terem chegado com perigo, o time da casa encaminhou o título. Lucas Pratto recebeu na área e estufou a rede. Ainda deu tempo de Matías Suárez guardar o dele aos 49min, após chutão de Armani e Paulo André perdendo o tempo da bola.

Agora, o Athletico-PR voltará a campo no domingo, quando receberá o Fluminense na Arena da Baixada, às 16h (de Brasília), pelo Campeonato Brasileiro.

 

ESPN

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Rússia é banida por doping e está fora de Tóquio 2020 e de Mundiais

A Agência Mundial Antidoping (Wada) excluiu a Rússia das principais competições esportivas mundiais nos próximos quatro anos por ter fraudado exames antidoping. De acordo com decisão unânime do comitê executivo da…

Santos faz a festa na Vila, goleia o Fla e garante o vice-campeonato

Acabou oficialmente o Campeonato Brasileiro de 2019. E o posto de vice-campeão, antes disputado por Palmeiras e Santos, terminou nas mãos do Peixe. Neste domingo, o Alvinegro Praiano recebeu o Flamengo na Vila Belmiro,…